Municípios podem instituir Reserva Legal nas propriedades rurais

Agronegócio

Municípios podem instituir Reserva Legal nas propriedades rurais

Por:
665 acessos

Municípios têm a oportunidade de consolidar parcerias em uma série de projetos de cooperação e averbação da Reserva Legal nas propriedades rurais. Até o momento, pelo menos 28 Municípios já assinaram este acordo. A exigência obedece ao que determina a Lei de Crimes Ambientais e o não cumprimento prevê multas diárias e cumulativas. O prazo para que os proprietários rurais atendam às exigências termina em dezembro.

O documento foi assinado durante o Seminário sobre Legislação Ambiental – Regularização Ambiental das Propriedades Rurais: Reserva Legal e Áreas de Preservação Permanente, realizado em Rio do Sul (SC). Os prefeitos dos 28 Municípios do Vale do Itajaí foram orientados tecnicamente, por meio de palestras e debates com técnicos, representantes de órgãos estaduais e do Ministério Público.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o acordo só foi possível após a captura de imagens da região via satélite. As imagens foram avaliadas pelos técnicos em geoprocessamento das prefeituras para definir o local mais apropriado para a reserva legal.

Antes do acordo de cooperação técnica, os pequenos proprietários reclamavam do alto custo do processo e da falta de tempo hábil para colocá-lo em prática. Aos interessados, a intenção é transformar a ação em um programa demonstrativo para outros Municípios aderirem. Veja mais aqui. (http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=ascom.noticiaMMA&idEstrutura=8&codigo=4959 )


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink