Murilo Ferreira assume a Vale e diz que fertilizante é prioridade

Agronegócio

Murilo Ferreira assume a Vale e diz que fertilizante é prioridade

"Nós poderemos ver os resultados em breve”, diz
Por:
3464 acessos
A produção de fertilizantes é uma das áreas prioritárias da Vale. A afirmação é do uberabense Murilo Ferreira, em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã. Ele foi empossado presidente da maior mineradora do país, na sexta-feira (20), substituindo Roger Agnelli. “A Vale entrou forte na produção de fertilizantes. É uma área prioritária, que já foi definida em nosso planejamento estratégico para receber alto nível de investimentos nos próximos cinco anos”, diz.


Ferreira esclarece que a cidade de Uberaba está inserida no processo, através da Vale Fertilizantes, assim como toda a região do Triângulo Mineiro. “Nesta região, os investimentos serão necessários e deverão receber materialidade da empresa”, afirma. Ele avalia como extremamente positivo o investimento anunciado pela Petrobras para implantação da planta de amônia no município e não descarta a possibilidade da fabricação de ureia na Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN V). “Ainda não tive acesso aos estudos para garantir isso, mas acredito que sim, até pela condução dos estudos de viabilidade que vêm sendo realizados pela Petrobras. Nós poderemos ver os resultados em breve”, diz.


Ferreira entrou na Vale sete meses após a privatização, em janeiro de 1998, como diretor financeiro e comercial das operações de alumínio, permanecendo até 2008, quando era presidente da Vale Inco. “Dos treze anos que a Vale é privatizada, eu fiquei por onze [anos]. Dos erros e acertos, méritos e deméritos, tive meu quinhão de responsabilidade. Eu considero minha saída anterior como uma ‘paradinha’ que fiz para abastecimento, o final de um ciclo, para voltar com o mesmo entusiasmo de sempre”, diz. Inclusive, ele nega que tenha saído da mineradora naquela oportunidade por desentendimento com o então presidente, Roger Agnelli. O motivo seria a discordância entre ambos para a compra a Xstrata, sexta maior mineradora do mundo. Ferreira seria contra o investimento, defendido por Agnelli. O negócio não foi adiante, mas o relacionamento dos dois teria se desgastado. “Eu saí porque era hora de sair e certamente estou voltando porque provavelmente também é hora de voltar”, comenta.


Filho do médico Humberto Ferreira e dona Nívia, o novo presidente da Vale mantém laços fortes com Uberaba. “Minha relação com a cidade continua mais forte que nunca. Minha mãe mora em Uberaba. Está sempre envolvida com os projetos dela, então, não é novidade eu ter este carinho pela cidade que vivi. Aqui tenho muitos amigos”, finaliza.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink