Não precisa existir guerra entre carnívoros e vegetarianos

OPINIÃO DE ESPECIALISTA

Não precisa existir guerra entre carnívoros e vegetarianos

“O que deve ser levado em conta é que a tarefa de se manter a saúde vai além dos hábitos alimentares"
Por: -Leonardo Gottems
92 acessos

O jornalista Luiz Carlos Ramos, especialista em pecuária de corte, escreveu um artigo no portal especializado da CraneTec Brasil, afirmando que o mercado abre espaço tanto para carnívoros, quanto para vegetarianos. Desse modo, ele diz que essa “guerra” travada entre os dois grupos é desnecessária. 

“O que deve ser levado em conta é que a tarefa de se manter a saúde vai além dos hábitos alimentares: praticar exercícios físicos, seja na academia ou em jogos esportivos ou em simples caminhadas pela cidade, é mais do que obrigação. E os médicos e nutricionistas não devem ser abandonados, pois podem indicar, por meio de exames, dietas saudáveis tanto para carnívoros quanto para veganos”, disse ele. 

Para o especialista, existem outros problemas maiores que devem ser levados em consideração quando o assunto são os hábitos alimentares. “A Ásia tem sido uma poderosa geradora de crises: não bastassem os protestos de Hong Kong contra o governo chinês, as ameaças da Coreia do Norte contra os Estados Unidos, a implosão do líder militar iraniano por mísseis americanos em Bagdá, e a persistência da guerra na Síria, onde o governo resiste a movimentos rebeldes e ao Estado Islâmico, surge nova doença em território chinês, ganhando manchetes e influindo nas bolsas de valores”, isso tudo, segundo ele, interfere no mercado e na qualidade da alimentação mundial. 

“E, de repente, alguém pergunta: será que o Brasil não sai ganhando com o coronavírus, podendo ampliar as exportações de carne bovina para a China, país repentinamente sob restrições alimentares, a exemplo do que ocorreu quando da epidemia de peste suína nos rebanhos chineses? O tempo vai responder, logo que ficar mais clara sobre a possibilidade de o coronavírus chegar ao Brasil, alojado em algum passageiro de avião procedente do Oriente ou cruzando as fronteiras com os vizinhos na América do Sul”, conclui. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink