Negociações seguem lentas; indicador do arroz recua

Arroz

Negociações seguem lentas; indicador do arroz recua

Preço do arroz em casca no Rio Grande do Sul recuou e as negociações estiveram lentas na primeira quinzena de fevereiro
Por:
112 acessos

O preço do arroz em casca no Rio Grande do Sul recuou e as negociações estiveram lentas na primeira quinzena de fevereiro. Algumas indústrias demonstram fraco interesse por novas aquisições, especialmente pelo arroz “livre” (armazenados nas propriedades rurais), reduzindo o valor ofertado.  O fraco desempenho das vendas de arroz beneficiado aos grandes centros consumidores brasileiros e o início da colheita, mesmo que em poucas localidades, enfraqueceram o movimento no mercado de casca.

Outras empresas, por sua vez, estiveram fora de compra, trabalhando com o produto já adquirido. Do lado vendedor, parte dos produtores consultados pelo Cepea cedeu à pressão compradora, efetivando as negociações, seja por necessidade de “fazer caixa” ou pela limpeza do silo para receber a nova safra. Por outro lado, alguns orizicultores permanecem recuados, devido ao pouco arroz disponível ou pela venda de toda a safra 2017/18. Assim, de 5 a 12 de fevereiro, o Indicador do arroz em casca ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros, caiu 1,06%, fechando a R$ 39,97/sc de 50 kg na terça-feira, 9.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink