Negócios de trigo começam a se movimentar
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)

Imagem: Marcel Oliveira

CEREAIS

Negócios de trigo começam a se movimentar

Em Santa Catarina, os moinhos estão recebendo contratos futuros de safra velha
Por: -Leonardo Gottems
555 acessos

Os negócios de trigo da safra nova começam devagar no estado do Rio Grande do Sul, segundo informações da T&F Consultoria Agroeconômica. “Hoje percorremos uma grande extensão de área plantada no norte das Missões e vimos apenas algumas poucas lavouras prontas para colheita. Por isso, também, os negócios são pontuais, mas os preços são gigantes: os pequenos negócios feitos hoje de trigo novo foram fechados a R$ 1.200,00 FOB, ao qual é preciso ainda acrescentar o frete”, informa. 

“Este preço é 41,17% acima do preço do trigo novo da safra passada, que começou a ser vendido a R$ 850,00/t. Os moinhos gaúchos estão se abastecendo de trigo paulista (15.500 tons conhecidas) e paranaense (outras10.000 tons conhecidas). Os negócios de trigo local feitos nesta segunda-feira não chegam a 2.00 toneladas, mas assustam pelo preço”, completa. 

Em Santa Catarina, os moinhos estão recebendo contratos futuros de safra velha e alguns de safra nova e aguardando a colheita. “O estado deverá colher uma boa safra, livre de problemas sanitários, ao redor de 189 mil toneladas, mas ainda insuficiente para atender à sua capacidade de moagem. Os preços do trigo em Santa Catarina de safra nova estão se mantendo elevados, uma vez que algumas cooperativas pagam ao redor de R$ 1.033/t ou R$ 62,00/saca, no mercado de balcão, o que é considerado muito elevado, mas extremamente lucrativo para os agricultores.  A consequência, porém, é que não há nenhuma chance de baixa o preço das farinhas”, informa. 

Com preços subindo em plena colheita, o agricultor do Paraná está mais retraído e impulsiona mais o preço. “Houve negócios a R$ 1.220/t. FOB no Norte PR, volume bem considerável. Teve negócios também a R$ 1.180/t no norte PR, com Falling mais fraco. Ofertas no estado todo aos níveis de 1.200/t. FOB. Comentários de ofertas até 1.250/t.Preços balcão ao produtor mantém-se firmes entre R$ 65 a 67/saca. Vendedor sem muita vontade de fazer negócio”, conclui. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink