New Holland apresenta nova tecnologia de preparo de solos
CI
Agronegócio

New Holland apresenta nova tecnologia de preparo de solos

Será entre os dias 20 e 21 de março, em Ribeirão Preto (SP)
Por:
Como parte da programação do Seminário de Mecanização, a New Holland apresenta, no quadro “Tecnologias para melhoramento contínuo da produtividade”, as modernas tecnologias para o preparo de solos.  O 15º Seminário de Mecanização e Produção de Cana-de-Açúcar é realizado pelo Grupo Idea e acontece entre os dias 20 e 21 de março, em Ribeirão Preto (SP).

“A cana-de-açúcar é exigente em solos aerados para a manutenção de sua atividade básica do metabolismo das plantas. Nesse sentido, solos de clima tropical estão em desvantagem em relação aos solos de clima temperado, pois possuem condições que favorecem a agregação do solo e sua descompactação”, explica o coordenador em marketing da New Holland e representante da marca no evento, Samir Fagundes.

Ainda segundo ele, os sistemas mecanizados devem contemplar que as atividades de preparo do solo, nas condições brasileiras de clima e solo, são mais severas, solos com maiores índices de compactação ou de resistência à penetração. Por isso, os implementos agrícolas e os tratores devem ser desenvolvidos de modo que sejam aptos a tal serviço.

Com este objetivo a New Holland oferta para o mercado o trator modelo T8.295, que por ser produzido no Brasil, garante um maior nível de tropicalização e adaptação às condições climáticas no país. “O T8 é o trator recomendado para a utilização junto com o equipamento Penta da empresa Mafes. A capacidade de tração do T8 permite o arraste do Penta, que dentre as suas funções, realiza um subsolagem a 80 cm de profundidade, ou seja, vai além da média de profundidade da camada de impedimento do solo da maioria dos canaviais”, explica Fagundes, que também destaca o benefício na operação com a capacidade de desenvolvimento de raízes. “Existe uma maior absorção de água de chuvas que diminui consideravelmente os índices de erosão, além de possibilitar a incorporação de matéria orgânica, o que viabiliza a redução do consumo de fertilizantes químicos”, conclui o coordenador.

Os primeiros resultados da tecnologia mostraram ganhos em produtividade da ordem de 10 toneladas de cana por hectare, com considerável redução no consumo de combustível. Ensaios mostram que a redução é de cerca de 44%, pois em uma mesma área onde eram feitas de quatro a cinco operações, com esta solução é feita apenas uma.

Seminário de Mecanização e Produção de Cana-de-Açúcar

Em sua décima primeira edição, o Seminário de Mecanização se consolida como o maior evento do setor canavieiro do Brasil. Os participantes do seminário conhecem as novidades do setor e têm a oportunidade de fechar importantes negócios. máquinas agrícolas, veículos e equipamentos são apresentados neste evento, além dos principais avanços tecnológicos procedentes de instituições de pesquisa, consultorias e empresas do agronegócio. 

Além de palestras, exposições de maquinaria, também é realizada a entrega dos prêmios para as usinas Campeãs de Produtividade Agrícola na safra anterior,numa parceria com o Centro de Tecnologia Canavieira.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.