Norte Pioneiro pode se tornar polo de piscicultura
CI
Agronegócio

Norte Pioneiro pode se tornar polo de piscicultura

Por:
O Norte Pioneiro poderá se transformar em um polo de produção de peixes no Paraná e contribuir com o abastecimento dos principais centros consumidores do país.

O projeto está para ser implantado em Pinhalão, a 180 quilômetros de Londrina. Na cidade será construido um abatedouro com 5 mil metros quadrados, com capacidade de produzir 20 toneladas de peixe por dia, podendo chegar a 80 toneladas dia num prazo de dois a três anos.


A iniciativa é do prefeito Claudinei Benetti (PSD), que vem mantendo contatos permanentes com o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, que prometeu a liberação de recursos na ordem de R$ 1,5 milhão para viabilizar o projeto. A vinda do ministro está prevista para o próximo sábado, em Pinhalão, para lançamento da pedra fundamental da obra.


Benetti disse que o projeto vai reunir produtores de 28 municípios da região. Em Pinhalão já existem cerca de 300 tanques para criação de peixes, que são distribuidos para abatedouros e pesque-pagues da região. Assim que o projeto entrar em operação, o número de tanques deverá chegar a 2 mil somente neste município.


Ele calcula que em cada um dos outros municípios deverão ser construídos entre 500 e 1000 tanques, pelo menos, dependendo das circunstâncias. Se a estimativa for confirmada, a região poderá ter cerca de 15 mil tanques para criação de peixes nos próximos anos.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink