Nova alta nos preços do milho
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,764 (-0,48%)
| Dólar (compra) R$ 5,48 (2,02%)

Imagem: Nadia Borges

COTAÇÃO

Nova alta nos preços do milho

Cooperativas e compradores mostram dificuldades em adquirir novos lotes
Por: -Aline Merladete
4475 acessos

As cotações do milho voltaram a subir, devido à retração vendedora e à demanda aquecida. Conforme os dados divulgados no boletim informativo do Cepea, apesar de a colheita avançar, cooperativas e compradores mostram dificuldades em adquirir novos lotes e, quando conseguem, adquirem pequenos volumes para o curto prazo.

Entre 24 e 31 de julho, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa registrou alta de 3,1%, fechando a R$ 50,79/saca de 60 kg nessa sexta-feira, 31. No campo, com a colheita ganhando ritmo em todas as regiões, agricultores começam a indicar ajustes negativos na produtividade, especialmente nas lavouras do Paraná, de São Paulo e Mato Grosso do Sul, prejudicadas pela seca durante o desenvolvimento. Esse contexto somado ao fato de que boa parte da produção já está comercializada devem manter limitada a disponibilidade do cereal. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink