Nova etapa de fiscalização de estoques públicos

Agronegócio

Nova etapa de fiscalização de estoques públicos

Este ano, já foram inspecionadas 4,94 milhões de toneladas de produtos, em 569 armazéns em todo o país.
Por:
1207 acessos

Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul recebem a partir desta segunda-feira (17), a 8ª etapa de fiscalização de estoques públicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A operação acontece até o dia 4 de novembro. Os fiscais da Conab aproveitarão a operação para fazer também o cadastro de novos armazéns nos estados visitados.

Nesta rodada, os técnicos da Conab esperam vistoriar 60 armazéns públicos e privados com mais de 217 mil toneladas de grãos como arroz, milho, feijão e trigo, farinha e fécula de mandioca e café. Os fiscais observarão, entre outros quesitos, as condições de armazenagem e conservação e a quantidade dos estoques armazenados.

Este ano, já foram inspecionadas 4,94 milhões de toneladas de produtos, em 569 armazéns em todo o país. Nas etapas anteriores, 141 técnicos da Companhia apuraram 3,08 mil toneladas de perdas naturais, 65,73 mil t de desvios, 1,33 mil t fora do padrão.  Também foram desclassificadas, por perda de qualidade, 31,13 mil t de café e feijão.

Em todos os casos, os armazenadores responsáveis terão que ressarcir a estatal, conforme contrato de perda zero assinado entre as partes. Os desvios são informados ao Ministério Público e à Polícia Federal. Além disso, a armazenadora fica impossibilitada de operar com a Companhia por dois anos e deve restituir o estoque inicial em dinheiro ou em produto.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink