Novo levantamento de safra da Conab confirma redução de área de algodão no Brasil
CI
Agronegócio

Novo levantamento de safra da Conab confirma redução de área de algodão no Brasil

Mesmo assim, volume estimado é 1,4% superior ao da safra 14/15
Por:

O 4º Levantamento da Safra 2015/16 de grãos, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na semana passada reduz ligeiramente a estimativa de produção comparada ao levantamento anterior (de dezembro): os números apontam para uma produção de 210,5 milhões de toneladas, enquanto o terceiro levantamento estimava uma produção de 211 milhões t. Mesmo assim, o volume estimado é 1,4% superior ao da safra 2014/15 – um aumento de 2,8 milhões t.

Em relação ao algodão, o 4º levantamento reduz as estimativas de área plantada em termos nacionais. Segundo a Conab, a redução na área plantada deverá ser de 2% (956,7 mil ha), porém a companhia mantém as estimativas de um ligeiro aumento de área para Mato Grosso, maior produtor de pluma do país.  "A expectativa é de que a área total de plantio em Mato Grosso aumente 4,3% em comparação à safra 2014/15, variando de 562,7 mil hectares para 586,9 mil hectares, com o crescimento concentrado, principalmente, na região de Sapezal (no Noroeste do estado)", informa o relatório da Conab.

A região Nordeste, segunda maior produtora do país, será a responsável pela maior redução percentual na área plantada com algodão para a temporada 2015/16: de menos13%, segundo a Conab. "Na Bahia maior produtor regional, estima-se que serão cultivados cerca de 247,9 mil hectares, representando redução de 11,8% em relação à temporada passada", informa o 4º Levantamento de Safra.

Soja e milho - De acordo com o 4º Levantamento de Safra, as estimativas em relação à produção de soja no Brasil apresentam um crescimento de 6,1% na produção em comparação com a safra passada: passando de 96,2 para 102,1 milhões de toneladas. O aumento foi impulsionado pelos preços no mercado mundial. O maior produtor da oleaginosa é Mato Grosso, com 28,3 milhões de toneladas, o que representa cerca de 28% da safra nacional, seguido do Paraná, com 18,5 milhões de toneladas. Com relação ao milho (1ª safra), os números apresentaram uma redução de 7,7%, passando de 30,1 para 27,8 milhões de toneladas.

A estimativa de área plantada no Brasil totaliza 58,5 milhões de hectares, com aumento de 0,9% sobre a safra passada, que foi de 57,9 milhões de hectares. Esse fator deve-se unicamente ao crescimento de 3,5% (1,1 milhão ha) da área de soja. As outras culturas apresentaram decréscimo na área de plantio, com exceção da mamona, que teve um crescimento significativo de 56,4%, passando de 82,1 mil para 128,4 mil hectares. A Conab fez a pesquisa entre os dias 13 e 19 de dezembro.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Ampa com informações da Conab


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.