Nutre Rio: 60 empreendimentos familares recebem assistência técnica

Agronegócio

Nutre Rio: 60 empreendimentos familares recebem assistência técnica

Serão beneficiados cerca de 1,1 milhão de alunos
Por:
1037 acessos
Foi lançado na última semana, no Rio de Janeiro (RJ), o Projeto Nutre Rio. São mais de R$ 1,3 milhão disponibilizados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) para iniciar serviços de assistência técnica a cerca de 60 empreendimentos entre cooperativas e associações da agricultura familiar para atender a demanda do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) no estado.


Com a iniciativa, serão beneficiados com uma alimentação mais saudável cerca de 1,1 milhão de alunos de 2.686 escolas da rede pública de ensino dos municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Belford Roxo, Magé, Petrópolis, Campos dos Goytacazes e Macaé. Esses nove municípios foram escolhidos por apresentarem maior potencial de compra dos produtos da agricultura familiar para a alimentação escolar.

O diretor do Departamento de Geração de Renda e Agregação de Valor da Secretaria da Agricultura Familiar do MDA, Arnoldo de Campos, ressalta que o lançamento do projeto é um grande desafio para agricultura familiar do Rio de Janeiro. “O setor terá que abastecer o mercado das grandes cidades do estado, um dos maiores compradores de alimentos da agricultura familiar no Brasil.”


O Projeto Nutre Rio é resultado da primeira Chamada Pública de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), criada para facilitar o acesso dos agricultores familiares aos mercados institucionais. O projeto está sendo executado pela Cooperativa de Consultoria, Projetos e Serviços em Desenvolvimento Sustentável LTDA – CEDRO, selecionada por meio do processo seletivo realizado em 2010 pelo MDA.

O coordenador do Projeto Nutre Rio, Alexandre Gollo, disse que o objetivo da Cedro é prestar assistência técnica aos empreendimentos selecionados para melhorar a estrutura dessas organizações econômicas da agricultura familiar e facilitar a venda dos seus produtos. “A nossa meta é atender a Lei da Alimentação Escolar e dialogar com esses nove municípios, que recebem cerca de 70% de todo recurso do FNDE destinado ao estado do Rio de Janeiro. Nosso trabalho é baseado na necessidade de prestar um serviço de qualidade aos agricultores familiares, que vai desde a parte da produção dos alimentos até a comercialização”, esclarece o coordenador.


A Lei nº 11.947/09 determina a utilização de no mínimo 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) à compra de produtos da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural para a alimentação escolar. Nos nove estados selecionados, os 30% representam cerca de R$ 21,8 milhões.

Projeto Nutre no Brasil

O Projeto Nutre existe no Nordeste, São Paulo, Pará e Minas Gerais. No total, 13 estados participam da iniciativa, com investimento da Secretaria da Agricultura Familiar do MDA de R$ 10 milhões. Ele atua prestando assistência técnica às organizações econômicas da agricultura familiar para que estas se adequem às demandas das entidades executoras do PNAE. Também atuam junto aos gestores dos municípios selecionados para garantir a publicação das chamadas públicas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink