O futuro semeado pelo engenheiro agrônomo

Agronegócio

O futuro semeado pelo engenheiro agrônomo

Ourofino Agrociência parabeniza o profissional pela data comemorativa
Por:
665 acessos

Ourofino Agrociência parabeniza o profissional pela data comemorativa e reforça a importância da área no desenvolvimento brasileiro
 
Planejar, preparar e cultivar o solo são as premissas que regem o dia a dia do engenheiro agrônomo. Parte fundamental do agronegócio, os resultados desse trabalho são essenciais para evolução do país, prova disso é que, hoje, a profissão é considerada o futuro do Brasil.
 
Os números comprovam. Em junho deste ano, a ciência agrária foi responsável por incrementar o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro em 0,62%, alta de 2,45% no primeiro semestre em relação ao mesmo período de 2015, conforme estimativas divulgadas pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP).
 
“Todos que trabalham ou possuem alguma ligação com o agronegócio sabem a dimensão e a importância desse setor para a economia nacional e mundial. A agenda do que fazer é longa e o tempo é curto para tudo que ainda precisa ser desenvolvido e produzido, e o engenheiro agrônomo é indispensável”, ressalta Flavia Biazotto, analista de estudos oficiais da Ourofino Agrociência e engenheira agrônoma.
 
Essa realidade pode ser vista pelos números da lavoura. A atuação do agrônomo ultrapassou as divisões territoriais e, em 2015, a área total cultivada atingiu 76,8 milhões de hectares. Segundo dados do IBGE, as produções de soja e milho bateram recordes: 97,5 milhões de toneladas e 85,3 milhões de toneladas, respectivamente.
 
O pesquisador Helvio Junior comenta que superar e atender às expectativas são metas constantes da profissão. “O Brasil tem sido o alvo de investimentos em pesquisa para desenvolver novas tecnologias que buscam aumentar a capacidade de produção de alimentos e energia. O agrônomo brasileiro contribui significativamente para atingir o patamar de excelência perante a agricultura mundial”, diz.
 
Para isso, o profissional está adaptado com a multifuncionalidade para compreender os ciclos da safra, melhorar a qualidade dos cultivos, cuidar de pragas, renovar terras e estar próximo ao produtor para germinar o futuro. “A agronomia possibilita conviver com várias pessoas e entender a necessidade de cada uma delas. Poder levar soluções de qualidade e ajudar os agricultores a prosperar é muito gratificante”, afirma Flávio Souza Junior, engenheiro agrônomo e gerente comercial da Ourofino Agrociência


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink