O novo recorde da safra de fumo do Brasil


Agronegócio

O novo recorde da safra de fumo do Brasil

Por:
1 acessos

A safra brasileira de fumo promete bater um novo recorde, mesmo que inferior ao resultado esperado até meados de dezembro passado. A estimativa inicial do setor fumageiro - uma produção acima de 700 mil toneladas - acabou abalada pelas chuvas que insistiram em cair sobre a região sul do Brasil nos quatro últimos meses de 2002.

Segundo as previsões mais recentes do Sindicato da Indústria do Fumo (Sindifumo) e da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), ainda assim poderão ser produzidas 640 mil toneladas até o final de fevereiro. Um saldo abaixo do esperado, mas superior ao registrado na ultima safra, que alcançou pouco mais de 635 mil toneladas. O Brasil se mantém como o maior exportador de fumo do mundo e, em termos de produção, fica atrás somente da China.

Na base desse sucesso estão mais de 160 mil famílias que trabalham na fumicultura e pelo menos 21 mil pessoas empregadas nas fábricas do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná. O setor deve movimentar, conforme previsões do Sindifumo, US$ 1,15 bilhão somente em exportações, e a receita dos produtores pode chegar a R$ 2,4 bilhões.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink