O risco de usar grãos próprios
CI
Agronegócio

O risco de usar grãos próprios

A utilização de sementes próprias também pode trazer riscos para a lavoura
Por:

A utilização de sementes próprias, guardadas pelos produtores de uma safra para outra, embora seja permitida por lei, também pode trazer riscos para a lavoura, diz Miyamoto.

Segundo o presidente da Abrasem, a principal justificativa para o uso de semente própria é a redução do custo de produção, mas a prática também é cultural. "O produtor guarda porque o pai guardava e o avô também guardava. O problema é que é preciso ter estrutura adequada e conhecimento para fazer isso e a maioria dos produtores que adotam a prática não tem", diz. "A probabilidade de erro, por armazenamento inadequado, é de 40%", explica.

Conforme dados divulgados pela Abrasem, a semente própria representou 3,49% do custo de produção total da safra de soja 2007/2008 no Paraná, ou o equivalente a R$ 56/hectare. "Ela custa menos para o produtor, mas é preciso usar mais sementes - 70 quilos - por hectare. A falta de garantia em caso de erro e o fato de o insumo ter um custo relativamente baixo não compensam usar semente própria."

LEGISLAÇÃO

O uso de semente própria não é considerado ilegal desde que o produtor siga as determinações legais referentes à manipulação de sementes guardadas. Para usar o insumo próprio, é necessário, por exemplo, comunicar o Ministério da Agricultura e o detentor da tecnologia da semente, como a Embrapa. "A lei também especifica a quantidade de semente que pode ser guardada", diz.

Outra determinação legal é a de que a semente própria não pode sair da propriedade. Isso significa que o produtor não pode vendê-la, doá-la ou utilizar os serviços de beneficiamento (limpeza, por exemplo) de cooperativas ou cerealistas. Pode-se usá-la apenas para plantio próprio. "Quem não obedece à lei entra na categoria de pirata", alerta o presidente da Abrasem.

INFORMAÇÕES: Abrasem, tel. (0--61) 3226-9022


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.