Oferta de máquinas agrícolas foi maior

Agronegócio

Oferta de máquinas agrícolas foi maior

Por:
613 acessos

A crise financeira junto com a quebra da safra de verão e problemas na comercialização de gado de corte podem ter afetado a movimentação dos negócios nos setores de máquina agrícola e leilões. Os números paradoxais desses segmentos mostram que a oferta foi maior que o ano anterior mas a comercialização menor.

O setor de máquinas agrícolas, por exemplo, aumentou em 75% o volume de expositores e registrou 25% a mais de financiamentos. A comercialização passou de R$ 20 milhões em 2008 para R$ 25 milhões em 2009. Porém, algumas empresas, individualmente, diminuíram as vendas. ""O agricultor se acautelou um pouco na hora de adquirir máquinas agrícolas o que pode ser reflexo do cenário e econômico"", avaliou Kireeff. Ele ressaltou, entretanto, que 2008 havia sido um ano ""sensacional"" em comercialização do setor na ExpoLondrina.

No setor de leilões também não foi diferente. Esse ano, o número de remates passou de 29 para 34 - um crescimento de 17% - mas a comercialização caiu 15%, fechando em cerca de R$ 18,5 milhões contra os R$ 21 milhões em 2008. Kireeff observou que alguns detalhes podem ter contribuído para essa comercialização. Um deles é que no ano passado um único animal foi comercializado durante o evento no valor de R$ 1,4 milhão e este ano não aconteceu o mesmo.

Além disso, ocorreu uma mudança no conceito de leilões, que ficaram mais comerciais. O tradicional leilão 3 de Ouro, por exemplo, que ofertava gado de elite genética (com valores mais altos), negociou exemplares com outro perfil. ""O valor genético também era altíssimo, mas o gado tinha uma característica mais comercial"", comentou o presidente da Rural. Aliás, conforme ele, a genética foi um dos destaques da feira e apresentou grande liquidez.

Kireeff ainda informou que houve certa dificuldade para comercializar gado de corte, pois a feira aconteceu em um momento em que alguns frigoríficos passam por dificuldade. Além disso, segundo ele, a feira começou com a arroba do boi no valor de R$ 70 e terminou em R$ 80.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink