Oferta reduzida eleva cotações da mandioca

Mandioca

Oferta reduzida eleva cotações da mandioca

Preço médio da mandioca subiu nos últimos dias, impulsionado, principalmente, pela menor oferta
Por:
89 acessos

O preço médio da mandioca subiu nos últimos dias, impulsionado, principalmente, pela menor oferta. Como a comercialização de mandiocas mais novas foi maior no ano passado, a disponibilidade de raízes com mais de 1 ciclo tem sido baixa em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea. Além disso, chuvas atrapalharam ou até mesmo interromperam os trabalhos de campo, ajudando a reduzir a oferta.

A demanda, por sua vez, continuou crescendo, devido à necessidade de repor estoques ou atender aos segmentos consumidores – fecularias, inclusive, intensificaram as aquisições de raízes de áreas mais distantes, acirrando a disputa pelo produto entre empresas. Assim, entre 11 e 15 de fevereiro, o preço médio semanal a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 375,34 (R$ 0,6528 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), 1% maior que o da semana anterior. Na primeira quinzena de fevereiro, o valor médio da matéria-prima foi 4,6% maior que o de janeiro, em termos nominais. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink