Oficina define estudo em refúgio de mata atlântica em Sergipe
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)


Agronegócio

Oficina define estudo em refúgio de mata atlântica em Sergipe

Oficina aborda conservação da biodiversidade na cultura de cana-de-açúcar
Por: -Marianna
374 acessos
A Embrapa realiza, a partir desta terça-feira, 21, a primeira oficina de trabalho do projeto ‘Gestão ambiental e conservação da biodiversidade na cultura da cana-de-açúcar no entorno do refúgio de vida silvestre Mata do Junco, em Capela, no Leste Sergipano.

Este é o segundo encontro do grupo composto por pesquisadores da Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) e Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP), Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A reunião inicial do projeto aconteceu no começo de julho.

Compõem o grupo de trabalho, ainda, representantes da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e de Recursos Hídricos de Sergipe (Semarh), Prefeitura de Capela, gestores do refúgio e do Ministério do Meio Ambiente (MMA), além de residentes do Assentamento José Emídio dos Santos, onde está localizado o refúgio, uma área de mata atlântica de 895 hectares que abriga o macaco guigó, espécie ameaçada de extinção.

O encontro dá continuidade ao estudo ‘Gestão ambiental e conservação da biodiversidade em culturas energéticas no entorno de Unidades de Conservação’, vinculado ao Projeto Nacional de Ações Integradas Público-Privadas para a Biodiversidade (Probio II / GEF-MMA), coordenado pela Secretaria de Biodiversidade e Florestas (SBF) do Ministério do Meio Ambiente.

No primeiro dia acontece a reunião de nivelamento metodológico e planejamento da pesquisa, na sede do assentamento. Na quarta-feira, 22, será feito um dia de campo no assentamento sobre o estudo dos indicadores de sustentabilidade que farão parte da pesquisa. A oficina se encerra na quinta-feira, 23, com reunião de análise crítica e planejamento da pesquisa, na sede do refúgio.

As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Tabuleiros Costeiros.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink