Oficinas agroecológicas em Cotiporã produzem esterco fervido

Agronegócio

Oficinas agroecológicas em Cotiporã produzem esterco fervido

A Emater/RS-Ascar e parceiros promoveram oficinas de preparo de esterco fervido e coleta de microrganismos eficientes
Por:
412 acessos

A Emater/RS-Ascar e o Centro Ecológico de Ipê, com apoio da Prefeitura de Cotiporã e a participação da Associação de Produtores Orgânicos do município (Ecovêneto), promoveram oficinas de preparo de esterco fervido e coleta de microrganismos eficientes, na última quarta-feira (07/12) à tarde. 

A atividade foi realizada na propriedade do agricultor Idário Alberton e família e contou com a participação de agricultores orgânicos, mulheres que trabalham na Horta Comunitária de São Brás e demais interessados em melhorar a sanidade das culturas.

Na ocasião, o tecnólogo em horticultura Áureo Salvi, do Centro Ecológico de Ipê, e a técnica em agropecuária da Emater/RS-Ascar, Jéssica Zalamena, explicaram como se faz o esterco fervido, suas propriedades e formas de uso. ?Trata-se de um excelente adubo, que pode ser feito em casa e que possui baixo custo de produção para os agricultores?, ressaltaram.

Após a produção do esterco fervido, ocorreu oficina de microrganismos eficientes, onde foi feita a coleta de microrganismos bons da natureza para uso contra fungos e bactérias prejudiciais, que surgem na agricultura devido aos desequilíbrios nutricionais das plantas. Esses microrganismos possuem diversas aplicações, podendo, além da agricultura, ser utilizados na limpeza e higiene de casa. Mais informações sobre o assunto podem ser obtidas com os extensionistas da Emater/RS-Ascar de Cotiporã. 
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink