OIE e FAO lançam ação para combater PSA
CI
Imagem: Divulgação
SAÚDE ANIMAL

OIE e FAO lançam ação para combater PSA

Iniciativa pretende “melhorar a capacidade dos países de controlar a PSA"
Por: -Leonardo Gottems

Para apoiar os esforços dos países que desejam proteger suas economias e segurança alimentar, a Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) lançaram uma alternativa conjunta para combater a peste suína africana (PSA). A carne de porco é a mais consumida no mundo, respondendo por 35,6% da ingestão mundial de carne. 

De acordo com a OIE, a iniciativa pretende “melhorar a capacidade dos países de controlar (impedir, responder e erradicar) a PSA aplicando os padrões internacionais da OIE e as melhores práticas com base nos mais recentes conhecimentos científicos, estabelecer uma estrutura eficaz de coordenação e cooperação para o controle global da PSA e facilitar a continuidade econômica, garantindo produção e comércio seguros, com o objetivo de proteger os sistemas alimentares”. 

A Iniciativa Global baseia-se nos esforços regionais anteriores e respeita as recomendações de especialistas globais em APP. Seu objetivo é fortalecer a capacidade dos serviços veterinários nacionais de gerenciar riscos, desenvolvendo e implementando programas nacionais de controle de doenças, com um esforço conjunto dos setores público e privado. A comunicação de riscos com as partes interessadas relevantes será um elemento crucial para abordar efetivamente caminhos e práticas de alto risco. 

“Globalmente, a disseminação contínua de PSA representa uma ameaça à segurança alimentar e ao desenvolvimento econômico e rural. A doença representa um obstáculo para o setor agrícola atingir todo o seu potencial, gerar emprego, aliviar a pobreza e atuar como um fator na desaceleração do investimento no setor suíno. Consequentemente, o controle global do ASF contribuirá para alcançar as metas de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas, em particular a Meta 1 (Fim da pobreza) e a Meta 2 (Fome zero)”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink