Onde está a competitividade da agropecuária brasileira?
CI
Agronegócio

Onde está a competitividade da agropecuária brasileira?

Confira excertos dos comentários relativos à produção brasileira de carne de frango
Por:
Quais são os fatores competitivos brasileiros capazes de influenciar o próprio País e os EUA nas vendas de commodities agropecuárias a terceiros mercados?

Uma possível resposta a essa instigante indagação é identificada como “Investigação nº 332-524” e está contida em alentado documento (mais de 400 páginas) datado de abril de 2012, agora divulgado pela Comissão de Comércio Internacional dos EUA (USITC, na sigla em inglês), uma agência federal “independente e quase-judicial”, cuja tarefa é investigar assuntos do comércio externo norte-americano, o que inclui questões envolvendo dumping, subsídios, concorrência internacional, etc.


A destacar, em relação à avicultura, que quase 10% do documento (40 páginas) são dedicados à análise da carne de frango brasileira. Assim, são avaliados produção, consumo e exportações, estrutura produtiva, competitividade e, entre outros assuntos, os principais mercados do frango do Brasil (China, Hong Kong, Japão, Rússia, Arábia Saudita). É apresentada, também, uma simulação dos efeitos da remoção de barreiras não-tarifárias sobre as exportações de frango do Brasil, EUA e de outros países.


Abaixo, excertos dos comentários relativos à produção brasileira de carne de frango. Acesse a íntegra do documento clicando aqui .

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink