Os grandes importadores de carne avícola da próxima década
CI
Agronegócio

Os grandes importadores de carne avícola da próxima década

Arábia Saudita pode aumentar suas importações em mais de 25%
Por:
Se, atualmente, adquirem no mercado externo volume anual quase similar de carne de aves, Arábia Saudita, União Europeia (27 países) e Japão tendem a apresentar, no início da próxima década, comportamentos bem diferentes. Pois enquanto a Arábia Saudita pode aumentar suas importações em mais de 25%, a União Europeia tende a uma expansão inferior a 10%, enquanto as compras externas do Japão podem sofrer um crescimento real negativo e que, em relação ao previsto para o corrente exercício, pode se expandir não mais do que meio por cento.


Essas previsões, recém-divulgadas, são do Departamento de Agricultura dos EUA e sugerem que os países do Oriente Médio permanecerão como o grande mercado importador de carnes avícolas. Aliás, considerados apenas os 10 principais países e blocos apontados pelo USDA, o Oriente Médio deve continuar absorvendo mais de um terço das importações, a Arábia Saudita mantendo-se como caso à parte.


A ressaltar, no quadro abaixo, a presença da Rússia – como uma curiosidade. Pois o país que foi, até poucos anos atrás, o maior importador mundial de carnes avícolas e que, hoje, já está colocado em posições inferiores, pode reduzir suas importações em até 70%. Nada impede, por sinal, que nesse meio tempo esteja transformado em exportador.






Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.