Os poderes do mel para a saúde
CI
Imagem: Marcel Oliveira
REFORÇO

Os poderes do mel para a saúde

O mel é um alimento terapêutico e ganhou mais importância durante a pandemia
Por: -Eliza Maliszewski

O mel é uma substância produzida por abelhas a partir do néctar de flores e de tradição milenar. A história aponta que humanos já consomem mel a pelo menos 10 mil anos. Figuras rupestres mostram que o homem pré-histórico já coletava mel a cerca de 15.000 anos a.C.

O mel é um alimento terapêutico e ganhou mais importância durante a pandemia, agindo contra doenças respiratórias e no aumento da imunidade. Só nos dois primeiros meses de quarentena o consumo aumentou mais de 30%.

A China é o maior produtor do mundo. No Brasil o Paraná é o maior produtor brasileiro, tendo em Maringá a maior exportadora do Brasil. O município recebe cerca de 3 mil apicultores vindos de todas as regiões. A indústria envasa 8.500 toneladas de mel por ano. Em segundo vem o Rio Grande do Sul, com cerca de 13,62% da produção, e o Piauí, com o equivalente a 10,93% da produção total do país. Em 2020 o país enviou para o mercado externo 45.600 toneladas da produção. Só os Estados Unidos compram 80% desse volume.

A fabricação se dá da seguinte forma: as abelhas têm em suas cabeças glândulas que secretam duas enzimas: invertase e glicose oxidase. O mel é formado pela reação dessas substâncias com o néctar coletado das flores. A invertase converte a sacarose, tipo de açúcar contido no néctar, em dois outros açúcares: glicose e frutose. De forma simples dá para se dizer que o mel é o vômito da abelha porque é produzido no sistema digestivo do inseto e regurgitado.

O mel é um alimento fantástico para a saúde. Possui propriedades nutritivas e terapêuticas que trazem vários benefícios. É rico em antioxidantes que protegem o corpo e o coração do envelhecimento, auxilia na diminuição da pressão sanguínea, dos triglicerídeos e do colesterol, contém propriedades contra bactérias, fungos e vírus, combate a dor de garganta e a tosse e pode ainda ser usado como adoçante natural. Algumas dessas vantagens são:

1. Aumentar as defesas do corpo

Os compostos presentes no mel conferem poder antioxidante, o qual ajuda na proteção do corpo. Entre os benefícios, destaca-se a redução do risco de infarto e derrames, promoção da saúde dos olhos, além de auxiliar no tratamento de alguns tipos de câncer, como o de rim, impedindo a multiplicação das células cancerígenas.

2. Melhorar a saúde do coração

O mel traz benefícios à saúde do coração pois é capaz de aumentar o fluxo sanguíneo e reduzir a formação de coágulos. Esse processo ajuda na diminuição da pressão arterial, prevenindo assim doenças do coração.
 

3. Melhorar o colesterol e diminuir os triglicerídeos

O mel pode é um bom aliado no combate ao colesterol alto pois diminui os níveis de colesterol "ruim" (LDL) e aumenta o colesterol "bom" (HDL) do corpo. Ainda, o mel pode ajudar a diminuir os níveis de triglicerídeos porque pode ser usado como substituto do açúcar. Geralmente, dietas ricas em açúcar e carboidratos refinados causam aumento dos níveis de triglicerídeos, aumentando o risco de doenças do coração e diabetes tipo 2.

4. Combater bactérias e fungos em feridas

O mel possui propriedades que reduzem o tempo de cicatrização, pois são capazes de esterilizar feridas reduzindo a dor, cheiro e tamanho, promovendo assim a sua cura, sendo considerados eficazes e até melhores do que alguns curativos. Pode ser também uma ótima opção para tratar úlceras nos pés de diabéticos pois combate os germes e ajuda na regeneração dos tecidos. O mel também já vem sendo usado para curar lesões de herpes oral e genital, já que reduz a coceira e funciona tão bem quanto as pomadas encontradas na farmácia. Também pode tratar bactérias resistentes a antibióticos, úlceras e feridas a longo prazo após a cirurgia e queimaduras.
 

5. Aliviar a dor de garganta, asma e tosse

O mel reduz a inflamação e inchaço da garganta e dos pulmões, sendo eficiente ainda nos casos de gripe e resfriado, melhorando o sono. É indicado tomar 2 colheres de chá de mel na hora de dormir, pois o doce faz com que mais saliva seja produzida. Isso melhora a mucosa da garganta protegendo contra a irritação, reduzindo e aliviando a tosse, sendo, em muitos casos, mais seguro e eficaz que alguns xaropes. 

6. Melhorar a saúde gastrointestinal 

O mel é um prebiótico muito potente que nutre as bactérias boas que vivem no intestino, logo, é benéfico para a digestão e para a saúde em geral. Além disso, também pode ser usado para tratar de problemas digestivos, como diarreia e é eficaz no tratamento para as bactérias Helicobacter pylori, causadoras de úlceras gástricas. Ainda, outro chá que pode ser feito para combater a má-digestão é de mel com canela, pois esses dois alimentos naturais ajudam a melhorar o processo digestivo como um todo.

7. Ajudar na memória e ansiedade

O uso do mel em substituição ao açúcar vem sendo associado com a melhora da memória e dos níveis de ansiedade. Além disso, estudos indicam que o mel também pode melhorar a memória de mulheres na menopausa e pós-menopausa.

8. Tratar hemorroidas

O mel possui propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias, analgésicas e cicatrizantes, que reduzem o sangramento e aliviam a dor e a coceira causadas pelas hemorroidas. Para esse efeito, basta misturar mel, azeite de oliva e cera de abelha e, depois, aplicar na região.

9. Combater a obesidade

Devido às suas propriedades, o mel melhora o controle de açúcar e gordura no sangue, reduzindo o estado inflamatório e auxiliando na manutenção do peso. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink