Agronegócio

Panaftosa confirma vírus em rebanho do Paraná

A conclusão repete os argumentos do governo para decretar a doença
Por: -Redação
6 acessos
Na tentativa de encerrar a disputa em torno da existência ou não de focos de febre aftosa no Paraná, o Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (Panaftosa), ligado ao sistema da Organização Mundial de Saúde (OMS), confirmou, na sexta-feira (12-01), a ocorrência da doença em bovinos do Estado em 2005.


Em nota obtida pelo Valor, o diretor do Panaftosa, Miguel Genovese, concluiu pela existência dos focos no Paraná em razão dos seguintes motivos: a "identificação de anticorpos" em amostras de sangue dos bovinos compatíveis com circulação viral; a "presença de lesões" comuns em doenças vesiculares como a aftosa; e os "vínculos" do gado paranaense com propriedades onde ocorreram "manifestações clínicas" da doença e foram "comprovadamente isolado" o vírus da febre aftosa.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink