Agronegócio

Para CNA, tecnologia pode garantir colheita superior a 195 milhões de toneladas na safra

Por:
1009 acessos
O atraso na colheita da safra norte-americana e as especulações sobre as condições climáticas na América do Sul influenciam positivamente os preços das commodities agrícolas. Estes fatores justificam o plantio da atual safra brasileira de grãos e fibras, colaborando para a expectativa de mais uma colheita recorde no país.


A avaliação é da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), para quem a produção brasileira de grãos e fibras pode superar 195,5 milhões de toneladas, limite superior estimado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra 2013/2014.


Para a Superintendência Técnica da CNA, se depender do contínuo investimento em tecnologia que tem sido realizado pelos agricultores, deve estar garantido mais um ano de boa produtividade.

Há preocupação, no entanto, em relação à renda dos produtores rurais, pois os preços internacionais das principais commodities, apesar de manterem-se em patamares elevados, têm recuado e o clima tem demonstrado sinais de irregularidade em diversas regiões produtoras.


Segundo os números oficiais, a colheita de grãos e algodão deve crescer de 2,6% a 4,5% na comparação com a safra 2012/2013. A soja e o milho são os destaques. A produção de soja deve ficar entre 87,6 e 89,7 milhões de toneladas e a área, entre 28,6 e 29,3 milhões de hectares. Já o milho (total) tem produção estimada entre 78,4 e 79,6 milhões de toneladas e área de 15,3 a 15,6 milhões de hectares.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink