Paraguai encerra estado de emergência sanitária

Agronegócio

Paraguai encerra estado de emergência sanitária

Os resultados foram negativos para a febre aftosa
Por:
1150 acessos
O Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal do Paraguai (SENACSA, sigla em espanhol) informou que o Paraguai encerrou o estado de emergência sanitária declarado em setembro devido ao foco de febre aftosa encontrado na região central do país.

A decisão foi aprovada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), Organização das Nações Unidas Para Agricultura e Alimentação (FAO) e órgãos de defesa sanitária agropecuária do país.

O último passo para encerrar o estado de emergência foram observações veterinárias e exames laboratoriais dos animais que estão na região. Os resultados foram negativos para a febre aftosa.

O Paraguai vem aos poucos recuperando mercados para exportação de produtos de origem bovina.

No início do mês, o Ministério da Agricultura do Brasil autorizou a retomada das importações de carne bovina fresca e desossada provenientes do Paraguai. Na semana passada, foi a vez da Argentina restabelecer as importações de tripas de bovino.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink