Paraguai foi o maior comprador do sêmen de raças de corte em 2011
CI
Agronegócio

Paraguai foi o maior comprador do sêmen de raças de corte em 2011

Em seguida vem a Argentina, com 17,57 mil doses importadas
Por:
Analisamos as exportações de sêmen de acordo com o Index da Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA).

No ano passado foram embarcadas 93,26 mil doses de sêmen de raças de corte, 49,0% de todo o sêmen bovino exportado.

O maior comprador foi o Paraguai, com participação de 39,3% das doses vendidas. Em segundo lugar está o Canadá, que adquiriu 31,06 mil doses, 33,3% do total.

Em seguida vem a Argentina, com 17,57 mil doses importadas, participação de 18,8% nas vendas.

A raça que teve o sêmen mais exportado pelo Brasil em 2011 foi a Nelore, com 35,6% dos negócios, perfazendo 33,22 mil doses.

Logo após está a Brangus, com 14,95 mil doses vendidas e participação de 16,0% nas exportações. Em terceiro lugar está a Brahman com 11,84 mil doses embarcadas.

O câmbio pode colaborar com as vendas para o exterior este ano.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink