Agronegócio

Paraguai terá US$ 200 mil para combater febre aftosa

A verba virá do fundo do Programa de Ação Mercosul Livre de Febre Aftosa
Por: -Marco Antônio Gehlen
2 acessos

O presidente do Serviço Nacional de Defesa Sanitária do Paraguai (Senacsa), Hugo Corrales, revelou ontem (15-01) em entrevista concedida ao jornal paraguaio ABC Color que o País receberá US$ 200 mil do fundo do Programa de Ação Mercosul Livre de Febre Aftosa (Pama) para investir em ações sanitárias de combate à febre aftosa nas regiões de fronteira, principalmente com o Brasil. O anúncio ocorreu ontem, dia em que teve início a vacinação obrigatória contra a febre aftosa em todo o território paraguaio.

Segundo o jornal paraguaio, o Programa de Ação Mercosul Livre de Febre Aftosa, do qual o Paraguai participa, compõe o plano regional de erradicação da febre aftosa e, por isso, receberá em breve verba do fundo para ações contra aftosa. De acordo com Corrales, ainda não houve repasse da verba ao Paraguai, o que deve ocorrer em fevereiro ou março próximo. Corrales destacou que o plano piloto do Pama prevê um fundo de US$ 200 mil para fortalecer fronteiras epidemiologicamente frágeis e erradicar a doença do continente até 2009.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink