Paraná aumenta previsão de perdas na safra de grãos puxada pelo El Niño

Agronegócio

Paraná aumenta previsão de perdas na safra de grãos puxada pelo El Niño

Paraná deveria colher 35,9 milhões de toneladas de grãos
Por: -Aline Merladete
1611 acessos

A produção de grãos do Paraná no ciclo agrícola 2015/2016 vai fechar o ano com uma quebra de 4,6 milhões de toneladas. A colheita estava estimada em 35,9 mi de toneladas, conforme dados do Departamento de Economia Rural (Deral).

Segundo o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, o agronegócio paranaense passou por ajustes em função da crise econômica e ainda contabilizou estragos ocasionados pelo El Niño. Além disso, a elevação de custos para produção de milho também impactou negativamente no setor primário do PR.

Para Ortigara, a produção de grãos enfrentou severos prejuízos causados pelo clima ao longo de 2016. Houve excesso de chuvas na primeira safra e geadas no inverno prejudicando diferentes lavouras de soja, milho e feijão. Além da presença do El Niño, a China ainda reduziu as compras de grãos, mas a desvalorização da moeda que ocorreu até o mês de setembro elevou a lucratividade das commodities. 

“Mesmo assim, foi uma safra boa em termos de rendimento e tivemos preços razoáveis para quase todos os produtos e ainda a consolidação do Paraná como segundo produtor de leite no ranking nacional, manutenção da liderança na produção de frangos”, ressaltou. 

Para o próximo ano, a aposta da Pasta da Agricultura é na colheita de uma grande safra amparada pela inclusão produtiva e segurança alimentar com boas práticas de conservação do solo e da água.“Concluindo um ano mediano em desempenho agrícola, devido aos problemas climáticos e crise financeira, estamos otimistas com o novo ano que promete uma safra recorde de verão e boa safra de inverno,” finalizou.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink