Participação da China na soja brasileira caiu em outubro
CI
Imagem: Divulgação
MERCADO INTERNACIONAL

Participação da China na soja brasileira caiu em outubro

O Brasil enviou pouco mais de 2 milhões de toneladas
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com a TF Agroeconômica, a participação da China no mercado de soja brasileira caiu em outubro. Com o adiantamento dos volumes para o início do ano, sobrou pouca soja para ser embarcada nos meses finais do período.

“Por isso, não é de estranhar que a participação da China nas exportações brasileiras de soja em outubro tenha caído para o menor nível para o mês desde 2015, quando o maior importador de proteínas do mundo ficou com 82% de todos os embarques, mostraram dados alfandegários divulgados na sexta-feira. A fatia da China das exportações de soja em  outubro caiu em relação aos 90% do ano passado e é a mais baixa desde 2015, já que a demanda da China mudou para os EUA durante o último trimestre de 2020, diante da pouca disponibilidade brasileira”, comenta.

Em termos absolutos, o Brasil enviou pouco mais de 2 milhões de toneladas de soja para a China no mês de outubro, de um volume total exportado de pouco menos de 2,5 milhões de toneladas. “Foi o menor resultado de outubro para o Brasil desde 2017, quando exportou um montante total semelhante, com a China tomando quase 2,2 milhões de t desse volume na época. Cerca de 63 milhões de t de  soja foram exportados para a China desde o início do ano comercial do  Brasil, em fevereiro, um aumento de 22% em relação aos 51,5 milhões de  t enviados no  mesmo período de nove meses em 2019”, completa.

“A participação da China nas exportações de 2020 é de 73,3%, contra os 76,2% de 2019. Brasil importações de soja saltam As importações da oleaginosa para o maior produtor e exportador de soja do mundo aumentaram durante o segundo semestre deste ano, uma vez que uma campanha recorde de exportação no início do ano deixou o mercado interno apertado. Outros 97 mil t de soja chegaram ao Brasil no mês passado, fornecidos pelo Paraguai e Uruguai, elevando o volume total deste ano civil para 625 mil t”, conclui. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink