PB se prepara para a 1ª colheita de sementes de girassol

Agronegócio

PB se prepara para a 1ª colheita de sementes de girassol

A expectativa é de uma boa colheita
Por:
1150 acessos
A Paraíba esta se preparando para a primeira colheita de girassol e toda a produção já esta comprada pela Petrobras que vai usar as sementes para fabricação de óleo para a produção de biodiesel. A informação é do Secretário da Agricultura Familiar do Estado, Alexandre Eduardo Araújo, acrescentando que a colheita deve começar no mês de junho e deve ir até o mês de agosto.


Ele disse que vai ser a primeira colheita de girassol da história da Paraíba, explicando que eles ainda não têm um parâmetro para a produção, mas revelou que a expectativa é de uma boa colheita. Alexandre disse que são cerca de 500 hectares plantados e como o inverno este ano esta sendo generoso e as chuvas tem sido bem regulares, a perspectiva é de uma boa produção por hectare.

O secretário disse que o Projeto Girassol é feito em parceria: o agricultor apresenta um projeto, o Governo avalia e aprova e liberada os recursos, mais sementes de milho e feijão porque a proposta é de uma cultura consorciada de girassol, milho e feijão. O Governo também oferece assistência técnica através das Equipes da Emater, acompanhando desde o plantio, desenvolvimento da cultura e a colheita.


Já a Petrobras fornece as sementes de girassol, compra toda a produção e também oferece assistência técnica. Alexandre disse que hoje são 500 hectares plantados, com municípios na região do Vale do Piancó, no agreste e na zona da Mata, tendo havido uma boa adaptação a nova cultura.

Ele também informou que já fazem parte do projeto girassol cerca de 250 proprietários rurais, o que significa dizer mais de mil e 250 pessoas envolvidas de forma direta. “O girassol é um tipo de cultura muito bem aceita e da planta não se perde nada. A flor tem as sementes que são colocadas para secar e vão Sr usada na fabricação de óleo e o restante da planta é usada para a alimentação animal”, comentou.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink