Pecuarista quer preços mais justos no mercado interno

Agronegócio

Pecuarista quer preços mais justos no mercado interno

Por:
1 acessos

As exportações brasileiras de carne bovina foram recorde no ano passado. O país embarcou para o exterior 1,854 milhão de toneladas do produto, com receita US$ 2,457 bilhões. Para os produtores, no entanto, a concentração de frigoríficos e a conseqüente baixa do preço no mercado interno tem sido motivo de preocupação. "Não está havendo distribuição eqüitativa de renda entre todos os elos da cadeia e, se for preciso, vamos utilizar os elementos jurídicos necessários para corrigir essa distorção", disse o presidente do Fórum Nacional Permanente da Pecuária de Corte da Confederação da agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Antenor Nogueira.

Estudo da CNA e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP) aponta que os custos operacionais totais da pecuária de corte subiram 10,1% em 2004, enquanto o preço pago pela arroba caiu 0,03%. A pesquisa apurou também que a suplementação mineral subiu 13,35% e a mão-de-obra ficou 21,2% mais cara. Com queda na rentabilidade, os produtores ampliaram o abate de matrizes, o que pode comprometer a capacidade de produção de carne bovina em médio prazo.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink