Pecuaristas agilizam a vacinação contra aftosa no Paraná


Agronegócio

Pecuaristas agilizam a vacinação contra aftosa no Paraná

Por:
11 acessos

Os pecuaristas de Ponta Grossa decidiram não deixar para a última hora a vacinação do gado contra a febre aftosa. Na maioria das sete casas agropecuárias que revendem a vacina mais da metade das doses adquiridas para esta campanha já foi comercializada. De acordo com a Defesa Sanitária Animal (DSA) da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB) foram colocadas a venda 100 mil doses nesta campanha. Não há, ao menos por enquanto, perigo de falta do medicamento, como ocorreu em maio do ano passado.

A primeira campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2003 iniciou no dia primeiro e vai até o dia 20 deste mês. O proprietário da Agropecuária Criativa, Nélio Rickli, diz que a procura começou “bem agitada”, já no dia 28 havia produtor comprando. A loja, que também distribui para outras agropecuárias da região, adquiriu 70 mil doses. Deste total, de 35 a 40 mil devem ser vendidas diretamente aos consumidores. A média diária de procura, neste início, está em 3 mil doses.

Na Christiano Justus, segundo a proprietária, Joseli Justus, 70% das 20 mil doses adquiridas já foram comercializadas. Devido a procura, acima da média esperada, a empresa já prevê a possibilidade de comprar mais uma remessa.

Mas nem todas as agropecuárias estão com um movimento elevado. Na Semeia Agropecuária, que adquiriu 10 mil doses, a procura ainda é baixa. “Acredito que deve aumentar um pouco mais no final da campanha”, acredita o proprietário da empresa, João Mazzoli.

Os preços de revenda da vacina estão variando este ano de R$ 0,88 a R$ 1,00. Nesta campanha não é necessário recolher a taxa de R$ 0,25 do Fundo de Saúde Animal. Mas o produtor não pode esquecer de pedir o boleto dos dados cadastrais dos animais, que devem ser levados para a comprovação da vacina na SEAB. O chefe da DSA, Hercy Carvalho de Souza, avisa que quem perder o prazo de vacinação será multado em R$ 65,00 por cabeça de gado não vacinada, além de ser obrigado então a vacinar. Hercy lembra ainda que suínos, caprinos e ovinos não precisam ser vacinados mas também devem ser declarados na unidade veterinária.

Até o momento, segundo Hercy, 6% das vacinas foram comprovadas. Em toda a Região o rebanho a ser vacinado é de 740 mil bovinos e bubalinos. A equipe da DSA, formada por seis veterinários e cinco auxiliares agropecuários, estão fazendo campanhas de divulgação sobre a importância de vacinar. O trabalho inclui escolas nas zonas rurais e conversas com lideranças comunitárias, segundo Hercy.

Veja onde encontrar a vacina em Ponta Grossa

Loja - Endereço

Agropecuária Criativa Rua Augusto Severo, 47 (Nova Rússia)

Semeia Agropecuária Rua João Manoel dos Santos Ribas, 1000 (Nova Rússia)

Christiano Justus Rua Rio de Janeiro, 570 (São José)

Agroponta Rua Augusto Severo, 21 (Nova Rússia)

Degraf Farmácia Veterinária Avenida Souza Naves 3295 (Sabará)

Agro Brasil Rua Benjamin Constant, 568 (Centro)

Cooperativa Batavo PR 151, quilômetro zero (saída para Palmeira)


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink