Pequeno produtor ajuda a estabilizar o preço do milho


Agronegócio

Pequeno produtor ajuda a estabilizar o preço do milho

Por: -Admin
1 acessos

O aumento da produtividade das pequenas propriedades destinadas à produção de milho, atingindo o nível de escala comercial, é uma das alternativas para o setor não registrar tantas oscilações de preço nos períodos de safra e entressafra. Para se ter uma idéia, só no Estado de São Paulo, o maior consumidor do grão, existem cerca de 50 mil micros e pequenas propriedades rurais envolvidas na atividade.

Segundo o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ivan Wedekin, os pequenos serão essenciais para atingir a meta do governo de incrementar a produção atual (35 milhões de toneladas) em 10 milhões de toneladas até 2004. O levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que está em fase de conclusão, aponta para uma safra de milho da ordem de 39 milhões de toneladas em 2003, cerca de 13,3% superior à anterior.

Apesar do recado claro dado por Wedekin na semana passada, de que “a cadeia produtiva do milho precisa se organizar e andar com as próprias pernas”, o aumento da produtividade dos pequenos agricultores depende da liberação de recursos por parte do governo federal. No entanto, na avaliação de Wedekin as recentes medidas aprovadas pelo governo de apoio ao plantio e à comercialização do grão serão suficientes não só apenas para abastecer à demanda interna mas também exportar.

No ano passado, o país embarcou 2,7 milhões de toneladas, marca que o governo pretende repetir este ano. Segundo dados da Secretaria do Comércio Exterior (Secex), neste primeiro bimestre o Brasil já exportou 140 mil toneladas do grão. Com preços mais firmes do que no ano passado, cerca de R$ 20 a saca em plena safra, a cultura do milho está atraindo cada vez mais produtores. No sul de Minas Gerais, a área plantada aumentou 30% em relação à safra passada e a produção deve ser recorde.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink