Perdigão anuncia o retorno de exportações por Paranaguá

Agronegócio

Perdigão anuncia o retorno de exportações por Paranaguá

Com filiais tanto no Paraná como em Santa Catarina, a Perdigão está transferindo novamente suas atividades para Paranaguá
Por:
240 acessos

A Perdigão anunciou nesta quarta-feira (24-10) que voltará a utilizar o Porto de Paranaguá para realizar suas exportações. A divulgação ocorreu em audiência do governador do Paraná, Roberto Requião, com três representantes da empresa no Palácio das Araucárias.

Com filiais tanto no Paraná como em Santa Catarina, a Perdigão está transferindo novamente suas atividades para Paranaguá. “Nós estamos próximos de 30% das nossas exportações da região retornando para cá, esse percentual vai crescer ainda mais”, afirmou Ricardo Menezes, diretor de Relações Institucionais da Perdigão. “Interessa para nós utilizar o Porto de Paranaguá porque aqui existe um fluxo muito maior de navios do que em Itajaí”, explicou.

As exportações de empresa foram transferidas para o Porto de Itajaí durante a administração Jaime Lerner. “Historicamente, nós utilizávamos o Porto de Paranaguá, com apenas uma pequena parcela exportada por Itajaí. Durante o governo anterior, devido ao tumulto nas operações do Porto, nós havíamos migrado praticamente 100% da nossa exportação para Santa Catarina”, lembrou Menezes. “Com a normalização do fluxo estamos voltando ao Paraná”, afirmou.

“Em governos anteriores, com aquela anarquia que existia no Governo do Paraná, a Perdigão havia se transferido para Itajaí”, comentou Requião, “Agora nós esperamos que rapidamente tudo que for produzido pela empresa no Paraná seja exportado pelo Porto de Paranaguá”, disse.

Os representantes da empresa também divulgaram a realização de um novo investimento no Paraná. “Estamos planejando, junto com a Secretaria de Industria e Comércio, a Secretaria da Fazenda e a Prefeitura uma nova fábrica da empresa, localizada no município de Castro”, afirmou Ricardo Menezes.

Estavam presentes na audiência com o governador, Ricardo Menezes, diretor de Relações Institucionais, Flávio Carlos Kaiber, diretor Regional de Operações; e Nelson Vas Haeklauer, diretor de Desenvolvimentos de Negócios da Perdigão, além dos secretários da Indústria Comércio e Assuntos do Mercosul, Virgílio Moreira e da Fazenda, Heron Arzua e o Prefeito de Castro, Moacyr Fadel.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink