Perdigão incrementa negócios no mercado internacional

Agronegócio

Perdigão incrementa negócios no mercado internacional

Para a empresa se transformar na maior exportadora de SC, foi estruturado um projeto de internacionalização
Por:
1 acessos

A Perdigão, uma das maiores companhias de alimentos da América Latina, tem contribuído de forma expressiva para o desenvolvimento da economia nacional, para o bom desempenho das exportações e para o fortalecimento da imagem do Brasil no mercado internacional. Hoje está entre as grandes empregadoras do mercado brasileiro, mantém parceria com cerca de 5.800 produtores integrados e exporta seus produtos para mais de 90 países.

A empresa encerrou 2004 com um lucro líquido recorde de R$ 295,6 milhões. O resultado equivale a crescimento de 139,3% em relação ao exercício de 2003 e deve-se principalmente ao excelente desempenho das exportações. O faturamento bruto da empresa somou R$ 5,6 bilhões, 27,4% superior ao ano anterior. A receita líquida foi 27,7% superior e atingiu R$ 4,9 bilhões.

No ano passado, as vendas da empresa no mercado externo cresceram 48,4%, e totalizaram R$ 2,7 bilhões. Os volumes foram 23,8% superiores frente a 2003, ultrapassando as expectativas da companhia.

A Perdigão investiu no ano passado 59% a mais do que em 2003, num total de R$ 110,5 milhões. Os recursos foram direcionados à ampliação da capacidade da unidade de Rio Verde (GO), aumento da produção em diversas linhas, projetos logísticos e adequação de infra-estrutura. Em função da boa geração de caixa, a companhia antecipou investimento para a execução de diversos projetos como a nova fábrica de Mineiros (GO), centros de distribuição de Videira (SC) e Marau (RS).

Para contar o sucesso da Perdigão no mercado internacional, o diretor de relações internacionais da empresa, Ricardo Menezes, será um dos palestrantes do Fórum Expressão Transnacional, que ocorrerá em paralelo à Feira Transnacional de Florianópolis, nos dias 28 e 29 de abril, no Centro Sul.

Em 2004, as vendas de produtos de maior valor agregado cresceram 17,6% em volumes e 15% em receitas, sendo direcionadas para a Europa, parte do Extremo Oriente, Oriente Médio e Eurásia. Hoje, a empresa é considerada uma das maiores exportadoras de Santa Catarina.

"Para a Perdigão se transformar na maior exportadora do Estado de Santa Catarina, foi estruturado um projeto de internacionalização que vem se desenvolvendo há algum tempo e inclui desde um Centro de Tecnologia de Produto, localizado em Videira, a criação de uma marca internacional, a Perdix, a abertura da escritórios comerciais em pontos estratégicos do mundo até a implantação de um sistema centralizado de logística no Porto de Itajaí, que permitiu grandes ganhos nos serviços prestados pela empresa", declarou Menezes.

De acordo com o executivo, esse conjunto de ações levou ao crescimento expressivo das exportações da empresa, que continuam em ascensão.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink