Pescadores de Cachoeira recebem curso de habilitação naval

Agronegócio

Pescadores de Cachoeira recebem curso de habilitação naval

A capacitação, com carga horária de 80h, é ministrada pela Capitania dos Portos
Por:
393 acessos

A capacitação, com carga horária de 80h, é ministrada pela Capitania dos Portos

Os pescadores da vila de São Francisco do Paraguaçu, em Cachoeira (a 120 km de Salvador), aprenderão a navegar com mais segurança no rio Paraguaçu, que banha a localidade. Eles participarão do “curso de habilitação naval para pescadores” que a Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura, em parceria com o Estaleiro Indústria Naval, realiza entre os dias 8 e 18 de novembro na Associação para o Desenvolvimento Sustentável do Município de Cachoeira (ADEC). Segurança no mar, navegação, primeiros socorros, combate a incêndio e trânsito marítimo são alguns dos tópicos abordados nas aulas.

A capacitação, com carga horária de 80h, é ministrada pela Capitania dos Portos. Ao final do curso os pescadores aprovados receberão seus certificados de conclusão e a carteira de habilitação, documento que certifica o pescador como capacitado para a condução de embarcações pesqueiras. Os alunos receberão todo o material didático e a alimentação, sem custos.

Várias técnicas de ensino são utilizadas durante a capacitação, como exposição oral, dinâmicas de grupo e aulas práticas. Os módulos são divididos em marinharia (estrutura das embarcações, cabos e nós, primeiros socorros, procedimentos em emergência), sobrevivência, regras de manobra, noções de navegação e estabilidade, combate a incêndio, operações com motores e prevenção da poluição.

“Com os conhecimentos adquiridos durante as aulas, os pescadores poderão navegar com mais segurança e aumentar sua produtividade, além de ter mais autonomia para realizar suas atividades”, afirma o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior.

"O nosso papel também é capacitar quem vive da pesca e aqüicultura, garantindo a qualificação da mão de obra, o acesso a novas técnicas e tecnologias, além de contribuir, para o aumento da renda e promoção de melhorias na qualidade de vida dos pescadores.”, declarou o secretário da Agricultura, Vítor Bonfim.

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink