Pesquisa alerta que gene de resistência na canola está em risco

Pesquisa

Pesquisa alerta que gene de resistência na canola está em risco

Essa é a primeira pesquisa que indica que o gene Rlm7 está perdendo sua efetividade
Por: -Leonardo Gottems
202 acessos

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, indica que o gene Rlm7, que é considerado resistente ao patógeno que causa a doença conhecida popularmente como canela-preta, uma das principais complicações que atinge a canola, pode estar se tornando menos eficaz. Os pesquisadores estão preocupados com essa perda da resistência genética porque ela pode levar a prejuízos significativos no cultivo da planta na UE. 

Esse é o primeiro estudo que indica que o gene Rlm7 está se tornando menos efetivo, ele é ampalmente utilizado em cultivares de canola comercializados na UE. De acordo com  Dr. Georgia Mitrousia, principal autor do estudo publicado na revista Plant Pathology, os agricultores dependem mais de cultivares que apresentam boa resistência contra essa doença porque a produção da canola aumentou consideravelmente nos últimos anos.  

"Espero que desenvolvam estratégias para evitar a perda de cultivares comercialmente disponíveis. Isso inclui a combinação da resistência do gene Rlm com a resistência quantitativa encontrada na mesma cultivar e o desenvolvimento de estratégias para rotacionar o desenvolvimento de diferentes genes Rlm", declara ele. 

A canela-preta é transmitida pelo fungo Leptosphaeria maculans e causa perdas de rendimento, principalmente devido ao cancro formado na haste da planta. O pesquisador explica que a doença é ainda mais perigosa para produtores de canola devido à retirada de mercado de alguns fungicidas efetivos para o controle do fungo, o que torna a cultura ainda mais dependente do gene Rlm7. 

A canola é a terceira maior fonte de óleo vegetal do mundo, ficando atrás apenas do dendê e da soja. Ela é amplamente utilizada como ração animal e como insumo para biocombustiveis.  

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink