Pesquisa aponta origem das uvas europeias
CI
Imagem: Arquivo Agrolink
DESCOBERTAS

Pesquisa aponta origem das uvas europeias

Vinhas já existiam no Azerbaijão, Armênia e Geórgia há mais de 4 mil anos
Por: -Eliza Maliszewski

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Udine e do Istituto di Genomica Applicata, ambos na Itália, encontrou evidências de que as uvas para vinho cultivadas nos tempos modernos em toda a Europa foram domesticadas pela primeira vez no sul do Cáucaso. Em seu artigo publicado na revista Nature Communications, o grupo descreve sua análise genética de um grande número de uvas na Europa e no sul do Cáucaso.

Os vinhos produzidos na Europa são famosos em todo o mundo por seu sabor e qualidade, e incluem variedades como sauvignon blanc, chardonnay, merlot e cabernet. Em geral, acredita-se que as uvas usadas para fazer esses vinhos eram versões lentamente cultivadas de antigas uvas europeias. Nesse novo esforço, os pesquisadores descobriram que não é esse o caso.

Ao estudar amostras de uvas encontradas na Europa e no Sul do Cáucaso (de 204 variedades cultivadas e selvagens), os pesquisadores descobriram que seus ancestrais eram uvas domesticadas originalmente cultivadas no Sul do Cáucaso (uma região que abrange as montanhas do Cáucaso que inclui Azerbaijão, Armênia e Geórgia) para consumo, há cerca de 4.000 anos.

Eles também encontraram evidências de que as uvas lentamente seguiram seu caminho para o oeste para a Europa, aproximando-se do Mediterrâneo e, em seguida, movendo-se para o sul da Europa - e uma vez lá, cruzando-se com variedades de uvas nativas. Os pesquisadores sugerem que esse cruzamento ajudou as uvas a sobreviver aos invernos mais frios da Europa. E ainda sugerem que o cruzamento com diferentes variedades nativas em diferentes partes da Europa levou ao desenvolvimento das diferentes variedades que são conhecidas hoje.

Os pesquisadores também encontraram uma enzima nas uvas selvagens que não estava presente nas variedades domésticas. A enzima é conhecida por estimular a produção do hormônio do crescimento. Em uvas selvagens, os hormônios trabalham para fazer sementes proporcionalmente grandes - mas uvas que produzem sementes menores são preferíveis para uso tanto no consumo direto quanto na produção de vinho. Assim, a sua ausência tornou as uvas nacionais a melhor escolha.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.