Pesquisa testa produção de etanol a partir do bagaço de cana
CI
Agronegócio

Pesquisa testa produção de etanol a partir do bagaço de cana

Ação mostra que há potencial para obter mais combustível com pouco tempo de fermentação
Por:

Experimento mostra que há potencial para obter mais combustível com pouco tempo de fermentação. A produção de biocombustíveis é uma necessidade e existe a procura de processos economicamente viáveis de obtenção a partir de fontes renováveis de energia, destacando-se a produção de etanol a partir de materiais lignocelulósicos, como bagaço de cana ou outros resíduos agrícolas.

Com isso, a aluna Crislen Daniele dos Santos Rodrigues da Silva, através do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos, apresentou, na Unesp de São José do Rio Preto (SP), a dissertação de mestrado “Hidrólise ácida de bagaço de cana-de-açúcar para produção de etanol por fermentação pelo consórcio Zymomonas mobilis e Pachysolen Tannophilus”. 

O objetivo deste trabalho foi obter etanol a partir da hidrólise do bagaço de cana-de-açúcar por fermentação pelo consórcio formado por Zymomonas mobilis e Pachysolen tannophilus. Para as fermentações, foi realizado um planejamento experimental com as variáveis independentes do pH inicial, temperatura, agitação, tempo de incubação e concentração do substrato nos meios de fermentação do bagaço de cana-de-açúcar.

Os resultados permitiram observar que, com esse experimento, o potencial para obter maior produção de etanol em pouco tempo de fermentação é grande. Experimento mostra que há potencial para obter mais combustível com pouco tempo de fermentação. A produção de biocombustíveis é uma necessidade e existe a procura de processos economicamente viáveis de obtenção a partir de fontes renováveis de energia, destacando-se a produção de etanol a partir de materiais lignocelulósicos, como bagaço de cana ou outros resíduos agrícolas.

Com isso, a aluna Crislen Daniele dos Santos Rodrigues da Silva, através do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos, apresentou, na Unesp de São José do Rio Preto (SP), a dissertação de mestrado “Hidrólise ácida de bagaço de cana-de-açúcar para produção de etanol por fermentação pelo consórcio Zymomonas mobilis e Pachysolen Tannophilus”. 

O objetivo deste trabalho foi obter etanol a partir da hidrólise do bagaço de cana-de-açúcar por fermentação pelo consórcio formado por Zymomonas mobilis e Pachysolen tannophilus. Para as fermentações, foi realizado um planejamento experimental com as variáveis independentes do pH inicial, temperatura, agitação, tempo de incubação e concentração do substrato nos meios de fermentação do bagaço de cana-de-açúcar. Os resultados permitiram observar que, com esse experimento, o potencial para obter maior produção de etanol em pouco tempo de fermentação é grande.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink