Pesquisador da Embrapa recebe o Prêmio Frederico de Menezes Veiga

Agronegócio

Pesquisador da Embrapa recebe o Prêmio Frederico de Menezes Veiga

Dario Grattapaglia vai receber o prêmio durante a solenidade em comemoração ao 38º aniversário da Embrapa no dia 26 de abril
Por: -Janice
1862 acessos
Dario Grattapaglia vai receber o prêmio durante a solenidade em comemoração ao 38º aniversário da Embrapa no dia 26 de abril

O pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Dario Grattapaglia, é o vencedor da edição 2011 do Prêmio Frederico de Menezes Veiga, concedido pela Embrapa em parceria com a revista Globo Rural a cientistas com trabalhos relacionados à agricultura brasileira. A premiação, atualmente na 33ª edição, adotou este ano o tema “Tecnologia Florestal para a Sustentabilidade dos Biomas”. A escolha do tema é uma homenagem à decisão da ONU de declarar oficialmente 2011 como o Ano Internacional das Florestas.

Pelo segundo ano consecutivo, um pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia recebe o prêmio na categoria que premia os pesquisadores da própria Embrapa. Em 2010, o agraciado foi o também pesquisador da Unidade, José Francisco Montenegro Valls.

O vencedor da categoria que destaca os profissionais de empresas parceiras da Embrapa foi José Roberto Scolforo, pró-reitor e professor da Universidade Federal de Lavras, MG. Ele é um dos precursores no estudo de manejo de florestas nativas do Cerrado para utilização múltipla, tendo também atuado em programas de pesquisa na Amazônia, como o sistema integrado de controle de produtos florestais da região.

Dario foi escolhido entre nove pesquisadores da Embrapa e José Roberto entre oito pesquisadores de instituições parceiras de pesquisa agropecuária indicados para a premiação.

O objetivo do Prêmio, promovido desde 1974, é valorizar a pesquisa e reconhecer a importância do trabalho científico para o desenvolvimento do agronegócio e do Brasil. Os pesquisadores agraciados receberão uma peça de arte simbólica, um diploma e uma premiação em dinheiro. Na oportunidade, o economista agrícola Mario Olinto Araújo receberá uma homenagem especial.

Sequenciamento do genoma do eucalipto é um dos destaques da produção do pesquisador premiado
Com uma trajetória de reconhecido destaque nacional e internacional na área florestal e mais de 100 trabalhos publicados, Dario Grattapaglia desenvolveu diversos processos tecnológicos e conhecimentos fundamentais nas áreas de genética da conservação de espécies florestais nativas e de florestas plantadas, com tecnologias inovadoras na interface entre o melhoramento e a genômica aplicada e importante impacto no setor produtivo de base florestal do país.

Um dos resultados que merece destaque é a co-liderança do projeto internacional do genoma completo do eucalipto (Eucalyptus grandis). Em 15 de janeiro de 201, o genoma completo da árvore brasileira BRASUZ1 (Brazil Suzano S1) de Eucalyptus grandis foi concluído com sucesso e disponibilizado na internet em http://www.phytozome.net/eucalyptus.php. Este genoma vem sendo intensamente acessado por diversos grupos em todo o mundo que desenvolvem pesquisas nas áreas de descoberta de genes, mapeamento e estudos evolutivos, entre outros.

O sequenciamento desse genoma foi resultado de uma outra iniciativa de Grattapaglia, que também merece ser ressaltada: a concepção e liderança do projeto GENOLYPTUS (Rede Brasileira de Pesquisa do Genoma de Eucalyptus) entre 2001 e 2009. Esta rede público-privada de inovação foi estabelecida entre 14 empresas privadas e sete instituições públicas de pesquisa, envolvendo mais de 40 pesquisadores, e resultou na construção de uma plataforma integrada de recursos experimentais de campo, bases de dados genômicos e produtos na forma de clones elite, consolidando a integração das ferramentas moleculares no melhoramento de espécies de Eucalyptus no Brasil. Pelo sucesso obtido, a GENOLYPTUS foi usada pela Fundação Dom Cabral como modelo de estratégia cooperativa entre empresas concorrentes para o avanço da tecnologia e inovação.

Saiba um pouco mais sobre Dario Grattapaglia

Engenheiro florestal pela Universidade de Brasília (UnB) em 1985, primeiro colocado na turma com maior média da história do curso, Grattapaglia foi contratado como pesquisador pela Bioplanta em Campinas onde trabalhou até 1990. Lá desenvolveu procedimentos de micropropagação e atuou em projetos de melhoramento. Em 1990 iniciou o doutoramento na North Carolina State University com uma bolsa CAPES. Titulou-se Ph.D em genética com dupla titulação em ciências florestais em 1994 com nota máxima (Grade Point Average 4.0) e foi convidado para a sociedade de honra acadêmica Phi Kappa Phi.

De volta ao Brasil, após uma breve passagem pela UNESP, ele ingressou na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia onde atua até hoje. Coordenou diversos projetos e captou cumulativamente cerca de 10 milhões de reais em recursos competitivos de pesquisa entre 1995 e 2010. É editor da “Tree Genetics and Genomes”, (Springer) a melhor revista na área de genética florestal (Web of Science) e da revista brasileira Genetics and Molecular Biology. A produção científica inclui mais de 100 publicações completas sendo 74 artigos publicados em revistas indexadas, 63 deles já indexados na Web of Science.

Pesquisador vai coordenar evento internacional inédito no Brasil

Ainda este ano, Grattapaglia preside aa comissão organizadora da conferência internacional IUFRO Tree Biotechnology 2011, o evento mais importante do mundo na área de biotecnologia florestal, que acontece pela primeira vez no Brasil e na América Latina no período de 26 de junho a 2 de julho, em Arraial d´Ajuda, distrito de Porto Seguro, BA. A realização da conferência converge para a internacionalização do Brasil e sua consolidação como um importante ator mundial em biotecnologia florestal.

A entrega do prêmio “Frederico de Menezes Veiga” acontece durante a solenidade em comemoração ao 38º aniversário da Embrapa na Sede da Empresa, em Brasília, DF, no dia 26 de abril.

As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink