Pesquisas do Fundecitrus contribuem para manejo mais eficiente e sustentável do cancro cítrico

PESQUISAS

Pesquisas do Fundecitrus contribuem para manejo mais eficiente e sustentável do cancro cítrico

Redução do cobre em até 80%
Por:
130 acessos

Nos últimos anos, os resultados das pesquisas do Fundecitrus permitiram que o manejo do cancro cítrico passasse por um processo de aperfeiçoamento que tornou o controle da doença mais eficiente e sustentável e menos oneroso ao citricultor.

Redução do cobre em até 80%

A dose e o volume de calda de cobre foram otimizados para evitar desperdícios e minimizar o impacto ao meio ambiente. Para pomares jovens, a dose de cobre pode ser determinada com base no volume de copa das plantas. Para pomares adultos, a quantidade pode ser padronizada por hectare.

A fase de suscetibilidade do fruto à doença e as características das lesões que provocam a queda prematura também foram identificadas, o que contribuiu para a definição do período crítico de controle e, junto com a otimização da dose e do volume de calda, permitiu a redução do número de pulverizações e da quantidade de cobre aplicada anualmente em até 80%, sem interferir na eficiência de controle.

As pesquisas mostraram também que não há diferença entre as formulações de cobre fixo (insolúvel), como hidróxido de cobre, oxicloreto de cobre e óxido cuproso, desde que sejam usados na mesma dose do cobre metálico, e o momento ideal de aplicação para proteção de ferimentos mecânicos causados por colheita ou poda.

Manejo integrado

Os experimentos de manejo integrado revelaram que, individualmente, o cobre é a medida mais importante, seguida de perto pelo quebra-vento, e que a combinação destas duas medidas contribui para maior controle da doença. O quebra-vento tem maior importância para produção de fruta fresca, por outro lado pode ser adotado com menor intensidade em pomares com produção destinada à indústria de suco. A utilização de quebra-ventos é uma estratégia completar muito eficiente, de baixo custo, sem impacto ao meio ambiente e que promove proteção ao pomar em tempo integral.

Novas pesquisas estão em andamento para reduzir ainda mais o uso de cobre e incorporar ao manejo produtos naturais e biológicos. 

Para saber mais sobre o manejo da doença, acesse o Manual de cancro cítrico – medidas essenciais de controle.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink