Pintos de corte: em julho, estabilidade no volume produzido

Pintos de corte

Pintos de corte: em julho, estabilidade no volume produzido

dados divulgados pela APINCO apontam que em julho passado a produção brasileira de pintos de corte voltou a superar essa marca
Por:
32 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Os dados divulgados pela APINCO apontam que, após três meses sucessivos de volumes inferiores a 500 milhões de cabeças, em julho passado a produção brasileira de pintos de corte voltou a superar essa marca. Mas por margem mínima, pois embora o volume nominal do mês tenha aumentado 3,7%, em valores reais (isto é, levando em conta que julho tem um dia a mais que junho) o aumento foi inferior a 0,3%.

Enfim, a produção nominal de julho aproximou-se dos 504 milhões de pintos de corte, resultado que significa redução de mais de 2% em relação ao que se produziu no mesmo mês do ano anterior. A redução, aliás, repetiu-se pelo sexto mês consecutivo (só no início do ano houve acréscimo de produção em comparação a janeiro/17), fazendo com que o acumulado nos sete primeiros meses de 2018 apresente queda próxima de 4%. 

Já o volume anualizado (agosto de 2017 a julho de 2018), pouco superior a 6,070 bilhões de pintos de corte, apresenta redução de 3% em relação a idêntico período anterior. Esse índice caminha para uma redução natural nestes próximos meses, pois a tendência, doravante, é de volumes superiores aos alcançados em julho.

É pouco provável, no entanto, que se alcance o que foi registrado em janeiro deste ano, ocasião em que – baseado apenas na expectativa de uma melhora do mercado, o que acabou não acontecendo – o setor produziu perto de 557 milhões de pintos de corte, o maior volume alcançado desde janeiro de 2017.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink