Plano prevê R$ 432 milhões aos agricultores familiares de GO

Agronegócio

Plano prevê R$ 432 milhões aos agricultores familiares de GO

O valor deve beneficiar aproximadamente 69 mil produtores nas linhas de crédito para custeio, investimento e comércio
Por:
70 acessos

O secretário de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Adoniram Sanches Peraci, lança nesta quarta-feira (12-09), em Goiás, o Plano Safra 2007/08. Nesta safra, serão disponibilizados mais de R$ 432 milhões para os agricultores familiares do estado. O valor deve beneficiar aproximadamente 69 mil produtores de Goiás nas diversas linhas de crédito para custeio, investimento e comercialização do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Na safra 2006/07, haviam sido aplicados em Goiás aproximadamente R$ 256 milhões (dados preliminares) – cerca de R$ 198 milhões a mais que o valor da safra 2002/2003 no estado (de R$ 57 milhões). Peraci fará o lançamento durante a VIII Feira de Negócios e Tecnologias Rurais, na Universidade Federal de Goiás, a partir das 10h, e ainda assinará um termo de cooperação entre o MDA e a Agência Goiana de Desenvolvimento Rural e Fundiário (Agência Rural/GO). O termo servirá para a realização de atividades de assistência técnica e extensão rural para os agricultores familiares de Goiás.

Para todo o País, o Governo Federal disponibiliza nesta safra 2007/2008 um total de R$ 12 bilhões. Serão R$ 2 bilhões a mais do que o previsto na safra 2006/2007 e cerca de 2,2 milhões de famílias acessando o crédito rural do Pronaf. “Este novo Plano Safra inaugura o processo de mais qualificação do crédito do Pronaf, com o apoio à extensão rural por meio da aplicação de recursos nas empresas estaduais de assistência técnica, nas organizações não-governamentais (ONGs), nas cooperativas, no incentivo às principais cadeias produtivas. Viramos a página da dificuldade de acesso ao crédito e, agora, temos como desafio a qualificação”, avalia Peraci.

Juros mais baixos:

Além do aumento de recursos, o novo Plano Safra da Agricultura Familiar traz juros mais baixos, variando de 0,5% a 5,5% ao ano. Na safra anterior, os juros do Pronaf ficaram entre 1% e 7,25% ao ano. Essa redução beneficiará, principalmente, as famílias de mais baixa renda. Nesta safra 2007/2008, o Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural da Secretaria de Agricultura Familiar (Dater/SAF) apoiará as organizações governamentais e não-governamentais que estimulem a estruturação e a atuação em rede e potencializem os recursos disponíveis. A ação visa ampliar a oferta de assistência técnica e extensão rural. Para isso, há um montante de R$ 168 milhões.

O recurso será utilizado proporcionalmente nos estados, capacitando 20 mil técnicos das instituições parceiras para atuarem desde a divulgação do Plano Safra até a organização de arranjos produtivos nos estados e regiões. Segundo Peraci, são muitos os benefícios alcançados pelas famílias que recebem o auxílio da assistência técnica, já que elas passam a utilizar melhor o solo, a diversificar os gêneros cultivados e a ter maiores cuidados com seus hábitos de higiene e alimentares. Além disso, os agricultores têm a possibilidade de aumentar sua renda, conquistar novos mercados e aproveitar melhor a mão-de-obra.

Nova linha de crédito:

Entre as outras importantes novidades anunciadas pelo secretário da SAF/MDA para a safra 2007/2008 em Goiás estão: o aumento de recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA); uma nova linha de crédito, o Pronaf ECO; e mais crédito para a diversificação – as famílias que contratarem financiamentos de custeio do Pronaf para duas ou mais atividades produtivas na mesma safra poderão solicitar um valor adicional de recursos de 20%, para aplicação em outras atividades geradoras de renda. De acordo com informações da Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT/MDA), neste ano, serão apoiados projetos territoriais e intermunicipais no estado de Goiás no valor total de R$ 2,2 milhões. Os projetos estão em fase de análise e serão empenhados no decorrer do mês de setembro. As informações são da Secretária da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink