Plano Safra da Agricultura Familiar: agroindústria e cooperativas fortes

Agronegócio

Plano Safra da Agricultura Familiar: agroindústria e cooperativas fortes

Medidas ampliariam capacidade de investimos da agricultura familiar e produção de alimento
Por:
2589 acessos
O secretário de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA), Laudemir Müller, anunciou, durante coletiva nesta terça-feira (31), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a ampliação do limite de crédito do Pronaf na modalidade Agroindústria.


O secretário Laudemir Müller destacou que as medidas ampliam a capacidade de investimos da agricultura familiar e, consequentemente, a produção de alimentos. “O que o Governo está fazendo e o Conselho Monetário Nacional materializou é aumentar a capacidade de produção da agricultura familiar, reduzindo taxas de juros e aumentando os limites de financiamentos, para que o país possa ter mais alimentos e permitir o crescimento com estabilidade de nossa economia.”

No Plano Safra 2011/2012 da Agricultura Familiar, o limite individual de crédito para agricultores familiares associados a uma agroindústria passa de R$ 20 mil para R$ 30 mil. Outra mudança é a ampliação do tempo para pagamento do financiamento, que passa de oito para dez anos. A taxa de juros continua de 2% ao ano. O Programa apoia a inclusão dos agricultores familiares no processo de agroindustrialização e comercialização, de modo a agregar valor, gerar renda e oportunidades de trabalho no meio rural, garantindo a melhoria das condições de vida das populações beneficiadas.


Outra alteração para o Plano Safra 2011/2012 da Agricultura Familiar, é a ampliação do crédito para cooperativas, por meio do Pronaf Cotas-Partes. Tanto na modalidade individual quando na coletiva os valores foram dobrados em relação à safra anterior. Para crédito individual, o limite de R$ 5 mil subiu para R$ 10 mil. Nos empréstimos coletivos, o valor passa de R$ 5 milhões para R$ 10 milhões. Também foi ampliada a faixa de enquadramento para as cooperativas de produtores rurais. Antes só podiam acessar o crédito cooperativas com patrimônio entre R$ 50 mil e R$ 70 mil. Para a próxima safra, o limite fica entre R$ 25 mil e RS 100 mil.

Também participaram da coletiva, o secretário de Política Agrícola do MAPA, José Carlos Vaz, e o secretário adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazendo, Gilson Bittencourt. O anúncio das medidas é fruto de decisão da última reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink