Plantando a 98Y30, produtor alcança 102,5 sc/ha e vence Desafio

Agronegócio

Plantando a 98Y30, produtor alcança 102,5 sc/ha e vence Desafio

Produtor vence categoria “Soja irrigada”
Por:
4700 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Plantando a 98Y30, produtor alcança 102,5 sc/ha e vence Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja
 
Todos os anos, o Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB) promove o Desafio Nacional de Máxima Produtividade de soja, com o objetivo de estimular os sojicultores a desafiar seus conhecimentos, desenvolver práticas de cultivo inovadoras, e possibilitar, desta forma, a máxima extração sustentável da cultura. No Desafio da última safra de verão (2013/14), Leonardo Latalisa França, de Brasilândia de Minas, Minas Gerais, venceu o concurso na categoria “Soja irrigada”, nos ambientes nacional e estadual com a cultivar marca Pioneer® 98Y30 e uma produtividade de 102,5 sacos por hectare.
 
Leonardo conta que a escolha pela cultivar 98Y30 aconteceu a partir de um teste feito em 50 hectares, onde foram comparadas a cultivar marca Pioneer e uma concorrente, até então, a mais produtiva na fazenda. Os resultados foram excelentes, conseguindo um incremento de 12 sacos por hectare com a 98Y30 da DuPont Pioneer. Então, o produtor resolveu plantar a cultivar em toda sua área destinada à soja, e assim, a 98Y30 contribuiu para que a média geral da fazenda passasse de 72,0 para 87,0 sacos por hectare.
 
Sobre o manejo da fazenda, Leonardo comenta que, além da escolha da cultivar certa para a região, foram feitas aplicações preventivas de fungicida para ferrugem, aplicação de inseticida e adubação básica. Como inovação no plantio, o produtor acrescentou a utilização de nutrientes específicos, os quais contribuíram para o desenvolvimento da cultura e alcance destes resultados. Com estas técnicas de manejo, Leonardo conta orgulhoso que alcançou na última safra 133,0 sacos por hectare em uma área irrigada de 15 hectares.
 
Sendo a premiação para a categoria do concurso, em que Leonardo foi o vencedor, uma viagem para os Estados Unidos, o produtor pôde visitar diversas propriedades e conhecer os materiais produzidos naquele país para comparar com os materiais desenvolvidos no Brasil, e acredita que não haja nenhum que bata os materiais desenvolvidos aqui. Confiando no potencial genético das cultivares de soja da DuPont Pioneer, em especial a 98Y30, a meta da Fazenda de Leonardo é ultrapassar a média geral dos 100 sacos por hectare, e a sua expectativa para alguns anos a frente, é chegar a 200 sacos por hectare.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink