Soja

Plantio da soja: 84% da área da safra 2017/2018 foi semeada no Brasil

Segundo a AgRural, o número supera ligeiramente os 83% de um ano atrás e é maior que os 79% da média de cinco anos
Por:
129 acessos

O plantio da soja da safra brasileira 2017/2018 de soja chegou na quinta-feira (23/11) a 84% da área total estimada, de acordo com levantamento da AgRural. O número representa avanço de 11 pontos em uma semana, supera ligeiramente os 83% de um ano atrás e é maior que os 79% da média de cinco anos. Entre os principais estados produtores, os trabalhos já estão perto do fim em Mato Grosso do Sul (99%), Paraná (96%) e Mato Grosso (96%). Em Goiás, que já foi o estado mais atrasado desta safra, mas que vem plantando muito rapidamente desde que as chuvas se regularizaram 90% da área está semeada.

Plantio da soja por estado

De um modo geral, o plantio da soja avança sem maiores percalços e as lavouras se desenvolvem bem em todo o país. A redução das chuvas no Matopiba e as temperaturas mais baixas no Sul do país chamaram a atenção nesta semana, mas não chegam a comprometer nem o ritmo da semeadura, nem o potencial produtivo das lavouras.

No Sul, o plantio da soja chegou a 96% no Paraná, 88% em Santa Catarina e 71% no Rio Grande do Sul, com destaque para o rápido avanço da semeadura gaúcha, que está dez pontos à frente da média de cinco anos. No Matopiba, 58% da área está plantada no Maranhão, 45% no Tocantins, 31% no Piauí e 65% na Bahia. Todos estão adiantados em relação à média de cinco anos.

Plantio de milho

O plantio da safra 2017/2018 de milho verão chegou na quinta-feira (23/11) a 71% da área total estimada para o Centro-Sul do Brasil, em linha com os 72% da média de cinco anos. O avanço semanal de oito pontos percentuais, entretanto, não foi suficiente para tirar o atraso em relação ao ano passado, quando o plantio já estava em 87%.

De acordo com a AgRural, esse atraso em relação à safra passada deve-se principalmente ao ritmo mais lento de plantio em Minas Gerais, onde as chuvas demoraram um pouco mais para chegar e onde os produtores têm preferido dar mais atenção à semeadura da soja, deixando o milho para plantar mais tarde. Até quinta (23/11), 21% da área mineira estava plantada, ante 66% na média de cinco anos. Em Goiás e São Paulo, o plantio chegou a 68% e 98%, respectivamente. No Sul do país, que planta mais cedo, as lavouras seguem se desenvolvendo bem, informou a AgRural.

 

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink