Polinizadores aumentam 43% a produção de sementes em girassol

ESTUDO

Polinizadores aumentam 43% a produção de sementes em girassol

O trabalho tem objetivo de observar o recolhimento de pólen e néctar das flores de girassol
Por: -Leonardo Gottems
264 acessos

Um estudo realizado pelo Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná apontou que o rendimento das sementes de girassol que foram visitadas por abelhas africanas foi 43% maior do que as plantas que não foram  polinizadas. A análise foi feita na cidade de Marechal Cândido Rondon, no Paraná, em uma área de 672 m². 

O trabalho teve objetivo de observar o recolhimento de pólen e néctar das flores de girassol e poder estimar o seu papel no rendimento das sementes. De acordo com o estudo, a polinização já era um fator fundamental para a apicultura e agora se mostrou importante também para aumentar a produtividade de outras culturas que dependem diretamente das abelhas. 

"O padrão de forrageamento de abelhas em flores de girassol é uma questão chave em estudos de polinização. Portanto, a introdução de abelhas africanizadas em culturas agrícolas, especialmente no cultivo de girassol, é uma alternativa para aumentar a produção de sementes, principalmente em áreas agrícolas onde os polinizadores naturais são escassos.", diz o relatório. 

Essa escassez de polinizadores naturais é um dos problemas que a agricultura enfrenta na atualidade. Pensando nisso, várias empresas vêm lançando no mercado alguns produtos que buscam atrair esses insetos para áreas específicas, como é o caso do APIS BLOOM, da Isca Tecnologias. 

"APIS BLOOM é um semioquímico que atua nas abelhas para que busquem forragear flores perto de onde o produto foi aplicado, evitando a dispersão para locais vizinhos aos pomares, melhorando a distribuição dos insetos dentro da área aplicada e aumentando a qualidade da polinização", descreve o desenvolvedor. 

Com esse produto, a Isca Tecnologias pretende inserir de vez a cultura de polinização entre os produtores rurais. O APIS não é nocivo a população apícola porque não usa atrativos alimentares, pelo contrário, exala um cheiro característico fazendo com que as abelhas "pensem" que existem flores mais atrativas onde o produto foi aplicado. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink