Agronegócio

Políticas públicas oneram frango catarinense em 12%

O impacto provocado por tributos sobre o frango de corte produzido no Oeste de SC é 12% superior ao dos principais países
Por: -Redação
3 acessos

O impacto provocado por tributos, juros, rodovias e portos sobre o frango de corte produzido no Oeste de Santa Catarina é 12% superior ao registrado nos principais países concorrentes do Brasil. A conclusão, divulgada na terça-feira (21-11) durante um seminário realizado na Embrapa Suínos e Aves, em Concórdia (SC), é inédita. Ela faz parte de um estudo que está sendo feito pelo Embrapa em conjunto com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a Universidade do Contestado (UnC). "Não há dúvida que esse impacto é muito alto", garantiu Mauro de Rezende Lopes, da FGV.

Essa é a primeira vez que se mostra mais claramente como o Custo Brasil (nome dado ao conjunto de tributos e despesas para se produzir um bem no país) atinge a competitividade da avicultura catarinense, a melhor do país. Desde o ano passado, os pesquisadores levantam dados para mostrar até que ponto as ações do poder público interferem nos resultados da produção de frango de corte.

Um exemplo da importância das políticas públicas para um setor da economia vem da Argentina. O Brasil exportava, até 2003, 50 mil toneladas anuais de frango para os argentinos. Mudanças no sistema tributário fizeram com que a Argentina, em poucos anos, não comprasse mais um quilo de frango brasileiro e ainda atingisse exportações anuais de um milhão de toneladas.

É importante, segundo os pesquisadores que participam do projeto que os governos percebam como a avicultura de corte paga uma conta que não é sua. Caso fossem solucionados os problemas relacionados com as políticas públicas, certamente o dinheiro que desaparece para cobrir o Custo Brasil seria distribuído ao longo da cadeia. As informações são da assessoria de imprensa da Maxpress Net.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink