Polo moageiro de Ponta Grossa busca ponto de equilíbrio
CI
Agronegócio

Polo moageiro de Ponta Grossa busca ponto de equilíbrio

Atualmente, o setor emprega, direta e indiretamente, 10 mil pessoas na região
Por:
A velha máxima de que é preciso agregar valor aos produtos, em vez de apenas de exportar a matéria-prima, desafia boa parte das agro­indústrias paranaenses. O polo de moagem de grãos dos Campos Ge­­rais, o maior do Paraná, identifica a necessidade de investindo em novos processos.


Atualmente, o setor emprega, direta e indiretamente, 10 mil pessoas na região, e representa 50% do PIB industrial de Ponta Grossa, onde estão localizadas a maior parte das moageiras campesinas.

“As empresas já viram essa necessidade [de agregar valor aos grãos] e o governo precisa terminar com as políticas de incentivo de simplesmente mandar grãos para fora”, diz o secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissio­­nal de Ponta Grossa, João Luiz Ko­­valeski. “Em médio prazo, o Brasil vai deixar de ser uma feira livre pra se transformar em um restaurante classe A.”


A Cargill, umas das principais empresas moageiras do Brasil com 25 unidades na região dos Campos Gerais, aguarda o desenrolar da cri­­se na Europa e o possível incremen­to dos negócios com a Ásia pa­­ra au­­mentar a capacidade de produção.

A unidade de Ponta Grossa, a maior entre as plantas da marca instaladas no Paraná e que emprega 230 pessoas, trabalha com 100% da capacidade, no limite necessário para atender a demanda atual. A unidade processa 650 mil toneladas por ano.

Recentemente, a empresa anun­­ciou o investimento de R$ 350 milhões na construção de uma nova fábrica de processamento de milho para produção de soluções em amidos e adoçantes no município de Castro, também na região dos Campos Gerais. Quando a unidade estiver em funcionamen­to – a previsão é início de 2013 – a Cargill terá um incremento de 30% na capacidade de moagem de milho para a América do Sul.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.