Porto de Paranaguá retoma operações lentamente
CI
Agronegócio

Porto de Paranaguá retoma operações lentamente

Por:

As operações de embarque e desembarque de cargas foram retomadas lentamente nesta quarta-feira (24-03) no porto de Paranaguá, com o fim da paralisação dos portuários iniciada na sexta-feira, informaram a administração do porto e operadores.

Três navios estavam sendo carregados nesta tarde, dois deles graneleiros. Uma das embarcações vai receber 53 mil toneladas de milho e tem como destino a Coréia. A outra será carregada com 43 mil toneladas de farelo de soja e parte para a Holanda, segundo informações do porto.

"Os navios já começaram a ser embarcados em terminais privados", afirmou uma fonte de uma agência marítima, citando que estavam carregando os terminais da Bunge e da Soceppar.

"Começamos a voltar ao ritmo normal", disse um diretor da Cargill, um dos maiores operadores do porto.

De acordo com a administração do porto, às 16 h, dos 46 navios situados na barra, sete estavam em manobra para operar -- embarcar ou descarregar. Além disso, está prevista para a 1h30 da quinta-feira a atracação de um navio que levará 50 mil toneladas de soja.

Os grãos que estão sendo embarcados nesta quarta-feira haviam sido estocados nos terminais, uma vez que ainda não foi retomada a entrada de produto por caminhão. Segundo o porto, isso só ocorrerá quando for acertado o pagamento das diárias dos caminhoneiros pelos operadores portuários.

Segundo a central da polícia rodoviária federal, a fila de caminhões pela BR-277 na tarde desta quarta-feira superava 72 quilômetros de extensão. Os caminhoneiros bloquearam a pista da esquerda de descida, impedindo a passagem de qualquer veículo em direção a Paranaguá.

Apesar disso, já foi liberado o recebimento de soja por ferrovia. A expectativa do porto é de que, até a quinta-feira, mais de 30 mil toneladas de soja transportadas por trem sejam descarregadas no silão (silo público).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink